Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Boxe define lista de atletas para os Jogos Olímpicos do Rio

Esportes

Divulgação

Esportes

Rio 2016

Boxe define lista de atletas para os Jogos Olímpicos do Rio

CBBoxe privilegia boxeadores com mais chances de medalha

0

Demétrio Vecchioli,
Estadão Conteúdo

02 Março 2016 | 21h07

A Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe) não confirma à imprensa, mas já definiu como vai usar as seis vagas a que tem direito nos Jogos Olímpicos do Rio como país sede. Vai levar à competição a medalhista Adriana Araújo, da categoria leve, o mosca ligeiro Patrick Lourenço, o mosca Julião Neto, o galo Robenilson Jesus, o meio-médio ligeiro Joedison Teixeira, o Chocolate, e o meio-pesado Michel Borges. O leve Robson Conceição já havia conseguido a vaga nominal pelo quarto lugar no Mundial Amador do ano passado.

A lista inicialmente foi divulgada pela Rede Record, sendo confirmada pela reportagem da Agência Estado junto aos atletas, que já haviam sido informados pela comissão técnica. A CBBoxe tem até segunda-feira para informar à Associação Internacional de Boxe Amador (Aiba) os nomes dos cinco boxeadores homens escolhidos para herdar os convites.

Na terça-feira começa em Buenos Aires o Pré-Olímpico das Américas, oferecendo três vagas por categoria - exceto naquelas que o Brasil utilizou o convite. Quatro brasileiros vão buscar a classificação para o Rio-2016: o meio-médio Roberto Queiroz, o médio Pedro Lima, o pesado Juan Nogueira e o superpesado Rafael Lima.

Sem poder indicar nas duas categorias mais pesadas, que têm chave mais curta na Olimpíada, a comissão técnica sequer informava se iria optar por utilizar seus convites com boxeadores que têm chance de medalha no Rio-2016, garantindo a presença deles nos Jogos, ou se preferiria ofertá-los aos pugilistas que teriam mais dificuldades de conseguir a vaga olímpica. Foi na primeira opção.

Em meio a uma polêmica sobre a possibilidade de a Aiba alterar seu estatuto em maio e permitir a participação de boxeadores profissionais já nos Jogos Olímpicos do Rio, a CBBoxe fechou as portas para Everton Lopes (campeão mundial amador em 2011 e bronze em 2013) e Yamaguchi Falcão (bronze olímpico em 2012). Ao indicar Chocolate e Michel Borges para a Olimpíada, o Brasil não terá mais como substituir os escolhidos nas categorias que esses profissionais se encaixam.

Por outro lado, segue viável a participação de Esquiva Falcão nos Jogos Olímpicos do Rio. Prata em Londres, ele luta entre os médios, cujo titular da seleção era Myke Carvalho. Mas o paraense, que iria à sua quinta Olimpíada, quebrou o osso do antebraço no mês passado e decidiu se aposentar. O baiano Pedro Lima foi chamado às pressas para se juntar à equipe permanente que treina em São Paulo e a CBBoxe optou por não dar-lhe a vaga olímpica de mão beijada.

Caso Pedro Lima não consiga a classificação a partir do Pré-Olímpico das Américas e a Aiba altere seu estatuto em maio com efeitos imediatos, Esquiva poderia ser escalado para lutar o Pré-Olímpico Mundial, que acontece em junho, no Azerbaijão, distribuindo mais cinco vagas por categoria.

No feminino o Brasil tem direito a só um convite e optou por utilizá-la com Adriana Araújo. Bronze em Londres, ela deixou a seleção por desentendimentos com o presidente Mauro Silva, mas retornou à equipe depois de intermediação do Ministério do Esporte e do COB. A baiana sequer era titular absoluta da sua categoria, vinha de maus resultados, mas venceu a disputa direta contra Tayna Cardoso.

Adriana também acabou beneficiada pela suspensão por doping das titulares das outras duas categorias olímpicas do boxe feminino: a peso médio Roseli Feitosa (campeã mundial em 2010) e a peso mosca Clélia Costa (bronze no Mundial de 2014).

No caso do boxe feminino, o Brasil tem até o início do Pré-Olímpico Mundial, em 19 de maio, para informar à Aiba sobre sua decisão. Isso faz com que haja margem para a comissão técnica mudar de ideia, ainda que Adriana já tenha sido informada que a vaga será dela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.