Reuters
Reuters

COI perde patrocínio do McDonald's três anos antes do fim de contrato

Rede de fast-food, que tinha vínculo desde 1976, alega 'estar com foco em diferentes prioridades de negócio'

Estadao Conteudo

16 Junho 2017 | 09h58

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta sexta-feira o fim do vínculo de patrocínio com o McDonald's. O fim foi decidido pela rede de fast-food, que tinha mais três anos de contrato com a entidade internacional.

De acordo com o diretor de marketing do COI, o McDonald's encerrou a parceria por "estar com foco em diferentes prioridades de negócio". Sem revelar detalhes sobre o fim do contrato, ele afirmou que o acordo financeiro de término do vínculo é confidencial.

Patrocinador do COI desde 1976, o McDonald's detinha os direitos exclusivos sobre "serviços de comida por varejo" em eventos da entidade. A última renovação de contrato tinha prazo de oito anos e o vínculo deveria ser encerrado somente em 2020.

A empresa fazia parte do grupo de 13 patrocinadores que seguiria com o COI até os Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang e até a Olimpíada de verão de Tóquio, em 2020.

Fora do COI, o McDonald's seguirá patrocinando diretamente o evento de 2018, detendo os direitos comerciais na Coreia do Sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.