Peter Power/Reuters
Peter Power/Reuters

COI se reúne com Wada e McLaren para debater casos de doping no esporte

Encontro foi definido como 'franco e produtivo'

Estadão Conteúdo

02 Maio 2017 | 14h42

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou em um comunicado nesta terça-feira que realizou uma reunião com o canadense Richard McLaren, investigador que fez um trabalho independente para a Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês), no qual descobriu o uso sistemático de doping por parte de atletas russos com apoio de autoridades do país.

Recentemente, McLaren afirmou a legisladores alemães que se considera frustrado pelas respostas lentas por parte do COI e da WADA e pelo que ocorreu até hoje e pela falta de medidas preventivas e punições para casos de doping no esporte.

A nota divulgada à imprensa pelo COI, nesta terça, fala em reunião "franca e produtiva" com McLaren e o presidente da WADA, Craig Reedie. De acordo com o texto, o COI reiterou que vai dar atenção para as federações esportivas e decidir sobre casos de doping que as afetem.

O COI não se manifestou sobre o situação da Rússia, ainda sob suspensão desde novembro de 2015, após as descobertas de McLaren. Segue indefinida a participação do país nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul, em fevereiro do ano que vem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.