1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Com velódromo atrasado, Rio-2016 cancela evento-teste do ciclismo de pista

- Atualizado: 24 Março 2016 | 18h 22

Obras estão previstas para terminarem em maio

O Comitê Organizador do Rio-2016 falhou na tentativa de realizar 100% dos eventos-testes dos Jogos. Nesta quinta-feira, o órgão anunciou o cancelamento do evento-teste do ciclismo de pista, que inicialmente estava previsto para acontecer em março e já havia sido adiado. O velódromo não ficará totalmente pronto até o fim de maio e a última data prevista para o evento era 30 de abril.

Pelo que explicou o diretor de comunicação do Comitê Rio-2016, Mário Andrada, a decisão foi tomada após consulta à prefeitura do Rio, ao Comitê Olímpico Internacional (COI) e à União Ciclística Internacional (UCI).

Comitê Organizador do Rio-2016 anunciou o cancelamento do evento-teste do ciclismo de pista por causa de atraso no velódromo
Comitê Organizador do Rio-2016 anunciou o cancelamento do evento-teste do ciclismo de pista por causa de atraso no velódromo

O velódromo, estrutura permanente que será mantida após a Olimpíada, é a obra que mais preocupa para os Jogos. Construído no Parque Olímpico da Barra, sofreu atrasos em diversas etapas e atualmente passa pela parte mais delicada dos trabalhos: a montagem da pista.

As lâminas de madeira nobre vieram da Rússia e demoraram mais tempo do que o previsto para chegar. Isso atrasou o cronograma em 12 dias, fazendo com que a instalação da pista, que deveria começar em 10 de março, só pudesse ter início na última terça-feira.

Assim, não haveria como concluir a pista até o dia 30 de abril, data que começaria o evento-teste. O velódromo tem a previsão de ser 100% entregue no dia 30 maio e deverá receber uma competição de exibição entre os dias 25 e 27 de junho, sem a participação de ciclistas estrangeiros.

O Rio-2016 pretendia realizar 45 eventos-testes dentro da série Aquece Rio. O do ciclismo de pista é o primeiro a ser cancelado - e a tendência é que os demais também sejam mantidos. Em abril estão previstas competições de levantamento de peso (7 a 10), tiro esportivo (15 a 24), natação (15 a 20), ginástica artística (16 e 22), natação paralímpica (22 a 24), esgrima (23 a 27), polo aquático (26 a 29) e handebol (29 a 1.º de maio).

Os eventos-testes de natação e ginástica artística são particularmente importantes. O primeiro vale também como Troféu Maria Lenk e será a segunda e última seletiva da natação brasileira. O segundo é Pré-Olímpico Mundial e classifica quatro equipes masculinas e quatro femininas. As meninas brasileiras ainda buscam vaga.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX