Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Despoluição da Baía de Guanabara e campo de golfe preocupam o Rio

Até o momento, o custo dos Jogos está estimado em R$ 37,7 bilhões

O Estado de S. Paulo

24 Março 2015 | 06h05

O Rio de Janeiro está em contagem regressiva para o início dos Jogos Olímpicos. Mas, a 500 dias da grande festa esportiva, muita coisa ainda precisa ser feita e alguns problemas necessitam de solução, como o caso do campo de golfe em uma reserva de proteção ambiental e o da despoluição da Baía de Guanabara, onde serão disputadas as competições de vela.

Até o momento, o custo dos Jogos está estimado em R$ 37,7 bilhões, considerando os investimentos em infraestrutura e no legado. A última versão da Matriz de Responsabilidade, que lista os projetos dos locais de disputa das competições olímpicas e paralímpicas, atingiu um valor de R$ 6,6 bilhões, R$ 100 milhões a mais do que na versão anterior. A Copa do Mundo de 2014 custou R$ 27,1 bilhões, dos quais pouco mais de R$ 8 bilhões gastos nos estádios, segundo o governo brasileiro.

Além do esforço para deixar tudo pronto até o dia 5 de agosto de 2016, existe a tentativa de colocar o Brasil no mapa esportivo mundial. O sonho dos dirigentes é que o País fique entre as dez melhores delegações no quadro de medalha em um evento cheio de estrelas internacionais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.