Issei Kato|Reuters
Issei Kato|Reuters

Em meio a escândalo de doping, Rússia quer receber Jogos Olímpicos em 2028

Sochi, Kazan e São Petersburgo planejam se candidatar

Estadao Conteudo

07 Fevereiro 2017 | 16h06

Após competir no Rio com uma delegação reduzida, reflexo do escândalo de doping que mantém suspensa sua federação de atletismo, a Rússia parece dar de ombros para a desconfiança da comunidade internacional. Nesta terça-feira, anunciou que três de suas cidades pretendem lançar candidatura para os Jogos Olímpicos de 2028.

De acordo com Alexander Zhukov, presidente do Comitê Olímpico da Rússia (ROC, na sigla em inglês), as cidades de Sochi, Kazan e São Petersburgo planejam se candidatar. "Existem várias cidades ao longo da Rússia capazes de receber os Jogos Olímpicos de Verão, como Kazan, Sochi e São Petersburgo. Essas cidades estão prontas para submeter suas candidaturas", garantiu o dirigente.

Mais cedo, o primeiro-ministro Dmitry Kozak afirmou que o governo está pronto para oferecer apoio caso os habitantes de São Petersburgo decidam por aprovar a candidatura da cidade.

A postura russa chama atenção porque a Rússia vem sendo duramente criticada após o relatório McLaren, de um investigador canadense, apontar que a Rússia aproveitou que sediava os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 em Sochi para pôr em prática um esquema que acobertava atletas russos que competiam dopados.

Esse escândalo fez o Mundial de Bobsled e Skeleton, que seria realizado em Sochi, agora em fevereiro, ser transferido para a Alemanha. Diversos países ameaçavam não competir se a competição acontecesse no mesmo palco do escândalo de doping de 2014.

Mais conteúdo sobre:
Jogos Olímpicos Rússia Olimpíada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.