1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Judoca Sarah Menezes projeta 'excelente desempenho' em Paris

- Atualizado: 04 Fevereiro 2016 | 13h 23

Atleta brasileira chega ao Grand Slam cheia de confiança

Campeã olímpica e medalhista de ouro no Grand Prix de Havana, na semana retrasada, Sarah Menezes irá disputar o Grand Slam de Paris, neste próximo final de semana, cheia de confiança de que poderá brilhar mais uma vez. Atual oitava colocada do ranking mundial da categoria até 48kg, a judoca brasileira espera subir novamente no pódio e seguir ganhando embalo rumo ao seu grande objetivo da temporada: o bicampeonato olímpico nos Jogos do Rio.

Antes de embarcar para a capital francesa junto com a seleção brasileira de judô, na última quarta-feira, a piauiense evitou prometer um grande resultado no final de semana, mas ressaltou: "Estou encarando este Grand Slam como encaro todas as competições. Sempre com os dois pés no chão. E o objetivo é chegar no pódio. Estou bem treinada, bem preparada, focada e espero ter um excelente desempenho nesta competição".

Sarah Menezes conquistou a medalha de ouro no Grand Prix de Havana
Sarah Menezes conquistou a medalha de ouro no Grand Prix de Havana

O Grand Slam de Paris acontece neste sábado e no domingo, sendo que o Brasil contará com um total de 12 atletas, entre eles também o peso pesado Rafael Silva, o Baby, medalhista de bronze em Londres-2012, que fará sua segunda competição na temporada depois de se recuperar de uma lesão que o deixou sete meses sem competir.

"O importante agora é pensar competição a competição e procurar melhorar onde estou com dificuldades, como confiança, constância e ritmo de competição que a lesão me tirou", ressaltou Rafael Silva, em declarações reproduzidas pelo site oficial da Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

O Brasil também terá na capital francesa três atletas que farão suas estreias nos tatames em 2016. São eles: o meio-médio Victor Penalber, o pesado Rochele Nunes e a meio-pesado Mayra Aguiar, que neste ano ficaram fora do Grand Prix de Havana e do Aberto de Sofia.

Entre as mulheres também competirão em Paris Maria Suelen Altheman (+78kg) e Rafaela Silva (57kg), enquanto no masculino ainda estarão em ação Felipe Kitadai (60kg), Alex Pombo (73kg), Eduardo Bettoni (90kg), Luciano Corrêa (100kg) e o pesado David Moura, este último medalha de ouro no Aberto de Sofia no último domingo.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX