Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Medalha que pôs brasileira no Rio-2016 é furtada em rodoviária

Esportes

Reprodução|Instagram

Esportes

Rio-2016

Medalha que pôs brasileira no Rio-2016 é furtada em rodoviária

Lutadora teve seus pertences roubados na Rodoviária do Tietê

0

Estadão Conteúdo

20 Março 2016 | 13h15

A lutadora Laís Nunes voltou de Frisco, nos Estados Unidos, com uma bagagem recheada. Trazia com ela eletrônicos, sua primeira medalha de ouro em Campeonatos Pan-Americanos e uma prata conquistada no Pré-Olímpico. Agora tudo isso está com um bandido. A ela só restou a vaga olímpica conquistada em Frisco, ainda que as lembranças físicas tenham todas sido furtadas na Rodoviária do Tietê na tarde de sábado.

"Levaram minha bolsa e de uma amiga e dentro havia todos os meus pertences de valor: HD externo com todas as fotos da minha vida, celular, notebook. Enfim, tudo. Todos os meus documentos, além também das minhas medalhas do Pan-Americano e da Classificação Olímpica", contou Laís em postagem no Facebook.

Na rede social, ela pediu que pelo menos as medalhas sejam devolvidas. "As coisas materiais graças a Deus ele nos dá condições e podemos comprar outras, mas as fotos de toda minha vida e inclusive minhas medalhas essas não há nem como dizer a profunda tristeza que sinto por isso. Se alguém de repente andar por ali, passar pelos achados e perdidos e encontrar as medalhas, eu agradeço."

A lutadora, da categoria até 63kg, atualmente mora no Rio para treinar e havia vindo a São Paulo para se reunir com a família. Ela viajava com as fotos e as medalhas para poder exibi-las aos familiares, que celebrariam a conquista da vaga olímpica. A bolsa foi furtada de uma mesa, onde estava o marido de uma amiga, enquanto Laís comprava um lanche numa rede de fast food.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.