Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Michael Phelps leva o ouro nos 100m borboleta em Austin

Esportes

Ronald Martinez/AFP

esportes

natação

Michael Phelps leva o ouro nos 100m borboleta em Austin

Entretanto, nadador fica apenas em 6º nos 100m livre

0

Estadão Conteúdo

16 Janeiro 2016 | 10h21

A primeira noite do GP de Austin, nos Estados Unidos, foi de sentimentos opostos para o supercampeão Michael Phelps. O norte-americano conseguiu um grande resultado ao ficar com a medalha de ouro nos 100m borboleta, mas não passou de uma sexta colocação na prova dos 100m livre.

Em preparação para sua quinta Olimpíada, este ano, no Rio, Michael Phelps cravou o segundo melhor tempo deste início de ano nos 100m borboleta ao nadar em 51s94, atrás dos 51s82 de Chad Le Clos. Com isto, o norte-americano confirmou o favoritismo e repetiu o ouro conquistado em Londres, em 2012.

Mas nos 100m livre, Phelps não teve o mesmo desempenho. Ele nadou a distância em 49s77, bem atrás de Nathan Adrian, também medalhista de ouro na Olimpíada de Londres, que fez 48s91. Estes sentimentos opostos ficaram bem claros quando Michael Phelps falou de sua participação neste primeiro dia de disputa.

"Eu achei que terminei bem nos 100m borboleta. Meu desempenho no estilo livre ainda não está completo, o que é frustrante. Estar um corpo atrás na virada dos 50m, não é o lugar onde gostaria de estar. Mas não morri. Eu terminei bem. Achei que meus últimos 10 metros dos 100m livre foram ótimos", analisou.

A grande vencedora desta primeira noite no GP de Austin foi a sueca Sarah Sjostrom, que conquistou duas medalhas de ouro. Ela terminou no lugar mais alto do pódio nas provas dos 100m livre, com o tempo de 53s12, e dos 100m borboleta, com 56.38, ambos recordes da competição.

Nos 400m livre, deu a lógica e o título ficou com Katie Ledecky, com o tempo de 3min59s54, o quinto melhor tempo da história. Ledecky domina a prova, detém o recorde mundial e é responsável por sete dos oito melhores tempos da distância.

Mais conteúdo sobre:

Comentários