Adam Hunger / USA Today Sports
Adam Hunger / USA Today Sports

Atual campeão dos meio-médios do UFC, Woodley ignora desafio de Rafael dos Anjos

Dono do cinturão considera haver outros lutadores à frente do brasileiro

Estadão Conteúdo

11 Setembro 2017 | 13h57

Após vencer no UFC 215, no último sábado, Rafael dos Anjos desafiou o atual dono do cinturão da categoria, Tyron Woodley, e garantiu ser o único capaz de derrotá-lo. O campeão, entretanto, disse que o lutador brasileiro precisa vencer mais antes de enfrentá-lo.

"Tenho um cinto Gucci que você pode ter. Tenho um cinto Louis Vuitton que você pode ter, mas o ouro meio-médio, de 14 libras (6,3 kg), irmão, esse vai demorar muito antes que eu possa desistir", ironizou Woodley, que comentava a luta ao vivo pelo canal Fox Sports americano.

Apesar da brincadeira, Woodley garantiu respeitar o brasileiro e que não se sentiu ofendido com o pedido, mas que considera haver outros lutadores à frente do brasileiro por um desafio. Dos Anjos venceu duas lutas desde que subiu para a categoria dos meio-médios, contra Tarec Saffiedine e Neil Magny.

"Eu acho que sou o lutador mais equilibrado. Eu acabo com o mais difícil adversário de todo o UFC. Ele é um grande lutador, já foi um campeão. Mas acho que ele precisa de uma ou duas lutas na divisão com excelente performance como a dessa noite. Vamos vê-lo do outro lado do octógono. Até lá, estou preparado para o que vier", afirmou o americano. A apresentação do brasileiro contra Neil Magny foi eleita a performance da noite no UFC 215.

Mais conteúdo sobre:
Tyron Woodley

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.