Adam Hunger / USA Today Sports
Adam Hunger / USA Today Sports

Criticado por Dana White, campeão dos meio-médios ameaça vazar informações

Tyron Woodley reage após dono do UFC questionar sua estratégia para luta com Demian Maia

Estadão Conteúdo

01 Agosto 2017 | 13h10

Tyron Woodley derrotou Demian Maia e manteve o cinturão dos meio-médios neste domingo (30/07), mas ainda assim não pôde ficar totalmente satisfeito. O lutador foi duramente criticado por "não ter se soltado" durante a luta e o dono do UFC, Dana White, fez coro às críticas, questionando quem pagaria para vê-lo lutar novamente. O atleta reagiu e respondeu o chefe.

"Ele me deve uma desculpa pública. Você vai me criticar publicamente, Dana White? Então você me deve um pedido de desculpas público. Não fiz nada além de coisas boas pelo esporte. Não fui nada além de um bom exemplo para a p**** da organização. Eu entro lá e luto com integridade. Eu cobri seu esporte como analista na TV uma semana antes da minha luta. Sempre cumpro minhas responsabilidades com a organização. Você precisa ser homem e me pedir desculpas publicamente. E se eu não receber isso, vou começar a vazar algumas m***** que as pessoas não querem que estejam soltas por aí. Não estou brincando. Eles sabem do que estou falando", declarou Woodley, durante participação no podcast The MMA Hour.

Woodley também disse não se importar com as críticas dos fãs, mas que considerava injusto apenas ele ser criticado, e não seus adversários. Para isso, citou Demian Maia, seu último rival, e Stephen Thompson, que disse não serem capazes de atingi-lo com mais golpes. Garantiu que, "contra todas as probabilidades e críticos", e mesmo sob vaias, vai continuar lutando.

O lutador disse ainda que não se preocupava com o confronto entre Michael Bisping e Georges Saint-Pierre, que definiria seu próximo adversário. Dana White disse reconsiderar a realização da luta após a vitória de Woodley sobre Maia. Segundo Woodley, a luta ocorreria de qualquer jeito, independentemente do resultado do seu enfrentamento com o brasileiro.

Mais conteúdo sobre:
UFC Dana White MMA

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.