Steve Marcus/Reuters
Steve Marcus/Reuters

Ex-campeão mundial de boxe, Timothy Bradley anuncia aposentadoria

Boxeador ficou famoso por vencer Manny Pacquiao em 2012; ele encerra com duas derrotas e um empate

Estadão Conteúdo

06 Agosto 2017 | 10h58

O boxeador Timothy Bradley anunciou na madrugada de sábado para domingo sua aposentadoria do esporte. Ex-campeão mundial em duas categorias diferentes, o norte-americano de 33 anos decidiu abandonar os ringues com um cartel de 36 lutas como profissional, sendo 33 vitórias, duas derrotas e um empate.

Bradley divulgou comunicado para revelar sua decisão, momentos depois de atuar como comentarista na vitória do ucraniano Vasyl Lomachenko sobre o colombiano Miguel Marriaga em combate realizado em Los Angeles. Apesar de somente agora ter anunciado a aposentadoria, o norte-americano já não lutava há mais de um ano, desde abril de 2016.

Bradley ficou famoso por sua rivalidade recente com Manny Pacquiao. Foram três lutas entre eles, sendo que o norte-americano venceu a primeira, em 2012, ficando com o cinturão do filipino na categoria meio-médio, e perdeu as outras duas, em 2014, quando devolveu o cinturão, e 2016, em seu último combate.

Antes de lutar como meio-médio, no entanto, Bradley brilhou entre os super leves. Ele se tornou campeão mundial da categoria em 2008, quando derrotou o britânico Junior Witter em Manchester.

Mais conteúdo sobre:
Boxe boxe

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.