Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Lyoto agradece fãs e revela sensação de 'dever cumprido' após retorno aos ringues

Ex-campeão dos meio-pesados se pronuncia nas redes sociais após derrota por nocaute no UFC São Paulo do último final de semana

O Estado de S.Paulo

02 Novembro 2017 | 14h53

Um dos maiores nomes da história recente do MMA, Lyoto Machida sofreu uma dura derrota por nocaute no seu retorno às lutas no último final de semana, no UFC São Paulo, após ficar longo tempo suspenso por doping. O experiente lutador não havia se pronunciado desde então, até que pôs fim ao seu silêncio e publicou um agradecimento aos fãs nas redes sociais.

+ UFC São Paulo tem derrota de Lyoto e fúria da torcida contra Covington

O retorno de Lyoto era bastante esperado: aos 39 anos, ele ficou sem lutar nos últimos 18 meses, e esperava vencer o norte-americano Derek Brunson. No entanto, foi derrotado com um nocaute sofrido aos 2m30s do primeiro round, o que configurou sua terceira derrota seguida no UFC.

Apesar do resultado inesperado, ele revelou em sua conta no Intstagram que está feliz por poder voltar ao octógono e sentindo uma sensação de 'dever cumprido' mesmo com o nocaute sofrido na última edição do UFC no Brasil em 2017.

"Quero agradecer todo apoio e suporte que tenho recebido dos meus fãs! Estou em casa, com minha família, recuperando do resultado que não veio, mas com a sensação de dever cumprido, pois qualquer um poderia ter desistido da ideia de ficar quase dois anos afastado do esporte e em seguida voltar para o campo de batalha", afirmou o veterano lutador.

Apesar da derrota, Lyoto foi elogiado pelo seu algoz do último final de semana, que o chamou de 'lenda'. O respeito demonstrado por Brunson teve resposta: a torcida aplaudiu o norte-americano, ao contrário do que fez com Colby Covington, que derrotou Demian Maia momentos antes e provocou os fãs presentes no ginásio do Ibirapuera.

 

 

Quero agradecer todo apoio e suporte que tenho recebido dos meus fãs! Estou em casa, com minha família, recuperando do resultado que não veio, mas com a sensação de dever cumprido, pois qualquer um poderia ter desistido da ideia de ficar quase 2 anos afastado do esporte e em seguida voltar para o campo de batalha. A maior derrota seria desistir de um sonho que já me consagrou. Uma derrota maior seria te inspirar a não seguir adiante quando tudo o que você precisa fazer é levantar a cabeça e partir para cima. Então, agradeço a todas as mensagens de carinho e de força. Dizer que sim, o Dragão voltou e que desistir nunca será uma opção! No dia em que eu decidi que não iria parar de lutar eu quis mostrar para você que, independente das dificuldades da vida, ou você é um lutador, ou um desistente. Perder ou ganhar não é o que define um homem em sua essência, mas sim a sua jornada por aquilo que acredita e se dedica. Mais uma vez, obrigado por estar do meu lado. Conto sempre com sua torcida e saiba que estou sempre torcendo por você também. // I would like to thank all the support I've received from my fans! I'm home, with my family, recovering from a result that didn't come, but with a sense of achievement, since anyone could have given up the idea of returning to the battlefield after almost 2 years away from the sports. My biggest loss would be giving up the dream that once was my blessing. An even bigger loss would be inspiring you not to go ahead when all you need to do is to keep your head up and go on. Thus, I thank you all for the messages full of affection and strength. Saying that the Dragon is back and then giving up will never be an option! The day I decided I wouldn't stop fighting, I wanted to show you that, regardless of all the hardship of life, you are either a figher or a quitter. What defines a man in his essence is not losing or winning, but his journey for what he believes. Once more, thank you for being by my side. I will always count on your support, and know that I will be supporting you back.

Uma publicação compartilhada por Lyoto Machida (@lyotomachidafw) em

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.