Divulgação/ CBJ
Divulgação/ CBJ

Mayra Aguiar perde na final e fica com a prata no Grand Slam de judô

Apontada como a grande favorita, brasileira foi derrotada pela japonesa Ruika Sato

Estadão Conteúdo

25 Fevereiro 2018 | 14h22

Campeã mundial no ano passado, a brasileira Mayra Aguiar precisou se contentar com a medalha de prata neste fim de semana, no Grand Slam de Dusseldorf. Neste domingo, a judoca de 26 anos ficou com a segunda colocação na categoria até 78kg ao cair na decisão para a japonesa Ruika Sato, que ficou com o título.

+Ketleyn Quadros perde disputa do bronze e judô do Brasil fica sem pódio no sábado

+ Leia mais notícias sobre lutas

Mayra entrou na competição como grande favorita, afinal, vinha de um título mundial em setembro do ano passado. E ela fez valer esta condição nas primeiras lutas. Contra a francesa Sama hawa Camara conseguiu um ippon, enquanto diante da alemã Lisa Dollinger venceu por exclusão da adversária, após três punições.

Na semifinal, Mayra teve pela frente a eslovena Klara Apotekar e venceu com uma chave de braço. Mas na decisão, a brasileira não foi bem. Ela acumulou três punições diante de Ruika Sato e acabou excluída, dando a vitória à adversária.

Também na categoria até 78kg, Samanta Soares decepcionou e caiu logo na estreia para a alemã Lisa Dollinger. Os outros três judocas brasileiros que lutaram neste domingo perderam na segunda rodada: Maria Suelen Altheman (+78kg), para a tunisiana Nihel Cheikh Rouhou; Eduardo Bettoni (-90kg), para o belga Joachim Bottieau; e Ruan Isquierdo (+100kg), para o russo Andrey Volkov.

Desta forma, o judô brasileiro deixa Dusseldorf com apenas duas medalhas. Além da prata de Mayra Aguiar, o País comemorou o bronze de Eric Takabatake na categoria até 60kg, na última sexta.

Mais conteúdo sobre:
Mayra Aguiar Judô

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.