Ruby Washington/The New York Times
Ruby Washington/The New York Times

Morre Jake LaMotta, boxeador que inspirou filme 'Touro Indomável'

Campeão mundial de boxe em 1949, ex-pugilista faleceu por complicações ligadas à pneumonia

Estadão Conteúdo

20 Setembro 2017 | 13h45

O ex-campeão mundial de boxe Jake LaMotta morreu, aos 95 anos, nesta quarta-feira, em Miami, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada pela noiva, Denise Baker. Ele estava internado em um hospital local para tratar de uma pneumonia e faleceu devido à complicações da doença.

A vida do pugilista inspirou o personagem de Robert De Niro no filme "Touro Indomável", lançado em 1980, que recebeu oito indicações para o Oscar, a maior premiação do cinema norte-americano. "Descanse em paz", disse De Niro - que recebeu uma estatueta pela atuação na película - em comunicado sobre a morte de LaMotta.

O boxeador, que ficou conhecido como "Bronx Bull" - em inglês, Touro do Bronx, bairro de Nova York, onde nasceu -, lutou profissionalmente entre 1941 e 1954. Ele teve um cartel de 83 vitórias, sendo 30 por nocaute, 4 empates, 19 derrotas e conquistou o cinturão dos pesos médios em 1950.

LaMotta foi o primeiro a vencer Sugar Ray Robinson, um dos maiores nomes do esporte naquela época, criando uma rivalidade que renderia seis lutas memoráveis. Mas o lutador foi suspenso por suspeita de fraude em uma derrota para Billy Fox.

"Eu deliberadamente perdi uma briga para Billy Fox porque eles disseram que eu levaria um tiro se lutasse pelo título", admitiu LaMotta, décadas depois, em uma entrevista publicada no livro "Dentro do corner: 42 campeões mundiais contam suas histórias", de Petter Heller.

LaMotta tinha fama de ser um homem violento na vida privada, conforme retratou o filme. Depois de se aposentar dos ringues, ele foi proprietário de bares, casas noturnas em Nova York e também se aventurou como ator e comediante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.