Tertius Pickard / AP Photo
Tertius Pickard / AP Photo

Pacquiao se diz descontente com revisão de luta e descarta aposentadoria

Lenda do boxe perdeu o cinturão dos meio-médios em luta com o australiano Jeff Horn

Estadão Conteúdo

12 Julho 2017 | 10h06

O filipino Manny Pacquiao afirmou que segue descontente com a decisão por unanimidade que decretou sua derrota na luta pelo título dos meio-médios da Organização Mundial de Boxe (OMB) para o australiano Jeff Horn, apesar de uma revisão independente sobre a pontuação da luta realizada em 2 de julho ter confirmado esse resultado. Ele, porém, destacou que não tem planos de se aposentar.

A OMB afirmou que três dos cinco juízes independentes que revisaram a luta concederam a vitória a Horn, um para Pacquiao e outro apontou empate. A avaliação foi realizada após pedido de um órgão do governo filipino e apontou que o australiano ganhou sete rounds e o filipino levou cinco na luta que ficou conhecida como "Batalha de Brisbane".

"Deixemos que as pessoas julguem elas mesmas, as pessoas viram o que ocorreu. Já vimos os piores juízos no passado, com os juízes manipulando os resultados. Nada me surpreende agora", afirmou Pacquiao à imprensa filipina.

O lutador, de 38 anos, escreveu em seu perfil no Twitter que não vai se aposentar, sugerindo que a luta contra Horn poderá se repetir. A imprensa australiana afirma que a revanche deverá ocorrer em novembro, novamente em Brisbane. "Amo este esporte e até que essa paixão desapareça seguirei lutando por Deus, pela minha família, pelos meus torcedores e pelo meu país", afirmou Pacquiao.

 

No combate, que atraiu 51 mil pessoas, um juiz tabulou a luta com o placar de 117 a 111 para Horn, enquanto outros dois apontaram 115 a 113. Pacquiao chegou a colocar o australiano em apuros no nono round, mas não conseguiu o nocaute do australiano, que depois reagiu e ampliou a sua invencibilidade para 18 lutas.

Mais conteúdo sobre:
boxe Manny Pacquiao

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.