Cezar Magalhães/Raw Image/Estadão
Cezar Magalhães/Raw Image/Estadão

Popó vence por pontos em despedida e se emociona: 'Foi bom parar assim'

Aos 42 anos, pugilista vence o mexicano Gabriel 'El Rey' Martinez em combate realizado em Belém (PA)

Estadão Conteúdo

12 Novembro 2017 | 09h46

Um dos maiores boxeadores brasileiros de todos os tempos, Acelino "Popó" Freitas se despediu do esporte na noite de sábado. E com vitória, como aconteceu em tantas oportunidades ao longo de sua carreira. Ele derrotou o mexicano Gabriel "El Rey" Martínez por pontos no combate realizado em Belém, no Pará.

+ BLOG DO BALDINI: Popó pode entrar no Hall da Fama em 2022

Foram oito rounds bastante disputados e Popó chegou a ser derrubado, mas acabou sendo declarado vitorioso após decisão unânime dos juízes: 75 x 74, 76 x 73 e 75 x 74. A despedida emocionou o baiano de 42 anos, que a considerou a forma perfeita de se despedir dos ringues.

"Foi bom parar assim. Se a gente para com nocaute, seria golpe de sorte, ficaria com um gosto de quero mais, mas quis trazer um adversário bom, a vitória foi valorizada. Obrigado a todos. Se a gente não fizer as loucuras, nunca vamos saber quem verdadeiramente somos", declarou.

Popó começou melhor o combate em Belém, mas viu Martínez reagir e acabou derrubado no segundo round. O baiano, porém, se levantou e reagiu. Também foi ajudado por uma punição ao mexicano, por golpe ilegal aplicado após o soar do gongo no sétimo assalto.

Esta foi a quarta despedida de Popó, mas ele garante que se trata de definitiva. Ao longo da carreira, ele acumulou os cinturões dos super-penas da Organização Mundial de Boxe e da Associação Mundial de Boxe, além do título dos leves na Organização Mundial de Boxe. Foram 43 lutas em sua trajetória, com 41 triunfos.

Mais conteúdo sobre:
Popó Acelino Freitas Boxe Popó

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.