André Sá estréia bem em Miami

O mineiro André Sá confirmou estar na melhor fase de sua carreira, ao estrear com boa vitória no Masters Series de Miami. Nesta quinta-feira, ele fez 6/2 e 6/1 com facilidade no dinamarquês Kristian Pless. Só para se ter uma idéia do domínio do tenista brasileiro, o primeiro set teve 26 minutos e o segundo apenas 17. Mas sua vida não deverá continuar tão tranqüila assim. Na próxima rodada, Sá enfrentará o norte-americano Jan-Michael Gambill, para quem já perdeu por duas vezes, a última há apenas duas semanas, nas quartas-de-final do torneio de DelRay Beach. O jogo entre Sá e Gambill deverá ser apenas no sábado, enquanto na rodada desta sexta-feira, Fernando Meligeni desafia o francês Nicolas Escude. Desde que passou a ser treinado pelo catarinense Marcus Barbosa, o Bocão, André Sá ganhou mais confiança em seu jogo. O tenista mineiro ainda sofre para fechar uma partida, pois parece perder a confiança quando está à frente de adversários como Andy Roddick (teve 4 a 1 de vantagem para fechar o jogo no segundo set), mas aos poucos mostra estar também dominando esta dificuldade. Em Miami, Sá marca sua primeira participação de um torneio da categoria de um Masters Series e antes de estrear com vitória na chave principal, ganhou dois jogos pelo qualifying. Num torneio tão grande como o Masters Series de Miami, uma simples vitória já representa um prêmio de pouco mais de US$ 9 mil. Se passar por Gambill, Sá já iria acumular US$ 18 mil e somaria pontos importantes para melhorar sua posição no ranking, atualmente em 82º lugar.

Agencia Estado,

21 Março 2002 | 15h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.