Reuters/David W Cerny
Reuters/David W Cerny

Após ser esfaqueada na mão, Kvitova se recupera e volta aos treinos

Em dezembro a tenista canhota foi atacada e sofreu graves ferimentos na mão esquerda

O Estado de S.Paulo

02 Maio 2017 | 17h06

A checa Petra Kvitova voltou nesta terça-feira aos treinos, menos de seis meses depois de ser esfaqueada por um invasor em sua residência. Em dezembro, a tenista canhota foi atacada e sofreu graves ferimentos na mão esquerda, que a obrigaram a ser submetida a uma cirurgia.

Recuperada, a tenista publicou uma foto em sua conta no Instagram, nesta terça, e confirmou o retorno aos treinos. "Espero que esta imagem faça vocês tão felizes quanto me fez! Eu estou em Mônaco, e adivinhem: estou de volta a uma quadra de tênis, batendo na bola", escreveu.

Por conta do ataque sofrido em casa, Kvitova ficou afastada de toda a temporada até o momento. No mês passado, ela explicou que tentaria se recuperar a tempo de disputar Roland Garros, que começa no próximo dia 28, mas admitiu que não sabia se teria condições físicas para isso.

Campeã de Wimbledon em 2013 e 2014, Kvitova chegou a ser número 2 do mundo em seu melhor momento da carreira. Por conta deste longo afastamento, ela caiu para a 15.ª colocação do ranking da WTA, que ocupa atualmente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.