Atual campeão, Murray cai na estreia em Roma diante de Fognini e amplia má fase

Derrota veio por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4

O Estado de S.Paulo

16 Maio 2017 | 19h34

Andy Murray deu continuidade ao momento ruim que atravessa nesta temporada ao ser derrotado nesta terça-feira pelo italiano Fabio Fognini em sua estreia no Masters 1000 de Roma. Líder do ranking mundial e atual campeão do importante torneio realizado em quadras de saibro na capital da Itália, o tenista britânico caiu por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4.

Na semana passada, Murray já havia sido surpreendido pelo croata Borna Coric nas oitavas de final do Masters 1000 de Madri, depois de ter iniciado a temporada de saibro caindo na mesma fase do Masters de Montecarlo e em seguida sendo eliminado nas semifinais do Torneio de Barcelona, este de nível ATP 500.

Em má fase, Murray conquistou apenas um título neste ano, obtido em quadra dura em Dubai, foi derrotado após 1h33min de confronto nesta terça. Atuando com o apoio da torcida italiana, Fognini começou o duelo bem melhor do que o britânico. Além de confirmar todos os seus saques, o tenista da casa converteu dois de cinco break points para fechar o primeiro set em 6/2.

Já na segunda parcial, o atual 29º colocado da ATP seguiu colocando pressão sobre o favorito, conquistou duas novas quebras e chegou a abrir 5/1. Murray ainda reagiu ao confirmar seus serviços em seguida e devolver uma das quebras, mas Fognini acabou fechando a partida em 6/4.

Assim, Fognini avançou às oitavas de final e terá pela frente agora o vencedor do confronto entre o alemão Alexander Zverev e o sérvio Viktor Troicki, agendado para acontecer nesta quarta-feira.

Embora tenha atuado como azarão nesta terça, o italiano conquistou a sua terceira vitória em seis jogos contra Murray, anteriormente batido pelo adversário em 2014 durante confronto entre Itália e Grã-Bretanha pela Copa Davis e um distante duelo no Masters Series do Canadá de 2007.

Em outro confronto encerrado no final da programação do dia em Roma, o croata Marin Cilic justificou a sua condição de sexto cabeça de chave ao bater o norte-americano Ryan Harrison por 6/3 e 6/2. Desta forma, ele foi às oitavas de final e terá pela frente o belga David Goffin, que horas mais cedo superou o espanhol Fernando Verdasco depois de ter sido o responsável pela eliminação de Thomaz Bellucci em sua estreia.

Mais conteúdo sobre:
Tênis tênis Andy Murray Fabio Fognini

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.