Jason Reed/Reuters
Jason Reed/Reuters

Bellucci deixa vitória escapar, perde para Cuevas e cai na estreia em Madri

Brasileiro chegou a sacar para o jogo, mas perdeu para o uruguaio

Estadão Conteúdo

08 Maio 2017 | 13h34

O brasileiro Thomaz Bellucci teve todas as chances para estrear com vitória no Masters 1000 de Madri, nesta segunda-feira, mas mais uma vez viu sua instabilidade culminar em uma decepcionante derrota. Na estreia do torneio no saibro espanhol, chegou a sacar para o jogo, mas perdeu para o uruguaio Pablo Cuevas por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/2), 4/6 e 7/6 (8/6).

No mesmo dia em que subiu para a 54.ª colocação no ranking da ATP, Bellucci sofre a decepção de cair em pouco mais de duas horas e meia, e diante de um adversário contra quem possuía retrospecto positivo. Esta foi a sexta vez que os dois se enfrentaram, agora com três triunfos para cada lado.

Em um duelo bastante equilibrado, Bellucci viu Cuevas crescer na reta final do primeiro set e fechar no tie-break, com uma dupla falta do brasileiro. Mas ele se recuperou na sequência, quebrou o saque do uruguaio e conseguiu a vantagem necessária para igualar a partida.

O equilibrado confronto, então, foi para o set de desempate, que transcorreu sem quebras até o 11.º game, quando o brasileiro aproveitou um break point para ter a vantagem. Na sequência, Bellucci teve a chance de fechar a partida em seu saque, mas cedeu à pressão e viu Cuevas empatar novamente.

Embalado, o uruguaio começou melhor o tie-break e abriu 5 a 1. Com 6 a 2, teve quatro break points, mas Bellucci foi se recuperando e salvou cada um deles. Parecia que o brasileiro iria reagir, mas novamente sua instabilidade falou mais alto. Imediatamente, Cuevas se recuperou, venceu os dois pontos seguidos e selou a vitória.

Com isso, terminou precocemente a passagem de Bellucci por Madri. O brasileiro chegou à chave principal do torneio ao vencer os russos Evgeny Donskoy e Mikhail Youzhny no qualifying, mas não resistiu a Cuevas. Melhor para o número 27 do mundo, que, assim, avançou à segunda rodada, na qual vai encarar o francês Nicolas Mahut.

OUTROS RESULTADOS - Nas outras partidas já encerradas desta segunda-feira pelo Masters 1000 de Madri, destaque para as quedas de dois cabeças de chave. O norte-americano Jack Sock (14.º favorito) e o francês Gael Monfils (15.º) perderam justamente para Mahut e Gilles Simon, respectivamente, e foram eliminados logo na primeira rodada.

O veterano Mahut, de 35 anos, precisou de quase duas horas para surpreender. Número 48 do mundo, ele levou a melhor sobre Sock por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 0/6 e 7/6 (7/4). Já Simon, número 32 do ranking, levou a melhor em um jogo cheio de altos e baixos com Monfils, ao vencer em três sets, com parciais de 0/6, 6/0 e 7/6 (7/0). Agora, vai encarar o norte-americano Ernesto Escobedo ou o espanhol Feliciano López.

Mas não foram todos os cabeças de chave que caíram nesta segunda-feira. O checo Tomas Berdych, 11.º favorito, passou pelo usbeque Denis Istomin, número 85 do mundo, em dois sets, com duplo 6/4. Já o búlgaro Grigor Dimitrov, cabeça de chave número 12, fez 2 sets a 0 sobre o alemão Philipp Kohlschreiber, com parciais de 7/6 (9/7) e 6/4.

Outro alemão que entrou em quadra nesta segunda, mas venceu, foi Florian Mayer. Número 51 do ranking, ele passou pelo espanhol Marcel Granollers por 2 sets a 0, com duplo 7/5. O holandês Robin Haase também precisou de dois sets para bater o britânico Daniel Evans, com parciais de 7/5 e 6/2, enquanto o romeno Marius Copil fez 2 sets a 1 sobre o espanhol Guillermo Garcia-López, com parciais de 7/6 (8/6), 4/6 e 7/6 (11/9).

Mais conteúdo sobre:
tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.