1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Bellucci joga bem, ganha set, mas cai diante de Wawrinka

Estadão Conteúdo

28 Agosto 2014 | 08h 45

Brasileiro reage após estar perdendo por 2 a 0, fatura terceiro set, quebra serviço do suíço na quarta parcial, mas perde no tie-break

Thomaz Bellucci fez bonito ao dar muito trabalho para Stan Wawrinka na segunda rodada do US Open, em jogo encerrado na madrugada desta quinta-feira, em Nova York. Atual campeão do Aberto da Austrália e terceiro cabeça de chave do Grand Slam norte-americano, o tenista suíço precisou jogar 2 horas e 36 minutos para vencer o brasileiro por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/4, 3/6 e 7/6 (7/1).

Hoje na quarta posição do ranking mundial, Wawrinka chegou a estar em desvantagem de 3/1 no quarto set, no qual se viu em grande risco de ter de jogar uma quinta e derradeira parcial. Entretanto, reagiu e fez valer a sua maior categoria para ir à terceira fase da competição, na qual terá pela frente o esloveno Blaz Kavcic, que na última terça derrotou o francês Jeremy Chardy por 3 sets a 0, com 6/2, 7/6 (8/6) e 6/3.

Esse foi o segundo confronto entre Bellucci e Wawrinka no circuito profissional, sendo que no anterior o tenista número 1 do Brasil havia levado a melhor, no Torneio de Gstaad de 2009, quando superou o rival por duplo 6/4 no saibro suíço.

Desta vez, porém, Wawrinka jogou como franco favorito e começou este novo confronto dominando as ações. Sem oferecer chances de quebra de saque ao brasileiro, aproveitou um de três break points para abrir vantagem e depois fechar o primeiro set em 6/3. E o mesmo cenário se repetiu na segunda parcial. O suíço confirmou todos os seus serviços e, mais uma vez com uma quebra em três oportunidades, aplicou o 6/4 que o deixou mais perto do triunfo.

A partir do terceiro set, porém, Bellucci deu início a uma forte reação. Converteu dois break points cedidos pelo suíço e chegou a abrir 5/1, antes de sofrer uma nova quebra e depois fechar em 6/3 para continuar vivo no jogo.

O triunfo deu mais confiança ao brasileiro, que voltou com tudo no quarto set. Arriscando até deixadas e com paciência para definir os pontos, ele ainda exibiu habilidade com belos voleios, voltou a ficar com uma quebra na frente e abriu 3/1. Entretanto, Bellucci logo viu o suíço devolver a quebra e passou a sacar de forma deficiente, cometendo seguidas duplas-faltas. Mesmo assim, confirmou os seus serviços e levou a disputa ao tie-break. No desempate, porém, o brasileiro foi muito mal e o suíço atropelou para fazer 7/1 e dar fim ao confronto.

Semifinalista do US Open no ano passado, Wawrinka acabou sofrendo mais do que imaginava também por causa do grande número de erros não forçados que cometeu. Foram 43, contra 37 do brasileiro. Porém, o suíço compensou o fato com 51 winners, diante de 31 bolas vencedoras do seu rival. Além disso, contabilizou 16 aces, enquanto o número 1 do Brasil acumulou sete.