C.Drubreuil/FFT
C.Drubreuil/FFT

Bia Haddad celebra 'sonho' em Roland Garros e já prevê duelo 'duro' com Vesnina

Número 1 do Brasil obteve sua vaga em Roland Garros ao vencer sua terceira e última partida no qualifying

Felipe Rosa Mendes, enviado especial a Paris, O Estado de S.Paulo

26 Maio 2017 | 16h14

A tenista brasileira Beatriz Haddad Maia comemorou o "sonho realizado" nesta sexta-feira, quando conquistou pela primeira vez na carreira uma vaga na chave principal de um Grand Slam. A número 1 do Brasil obteve sua vaga em Roland Garros ao vencer sua terceira e última partida no qualifying em Paris. Na estreia na chave principal, ela vai duelar contra a experiente russa Elena Vesnina.

"Roland Garros é muito especial, sempre foi um sonho para mim", festejou Bia. "Venho trabalhando há muito tempo para que isso acontecesse. Eu sempre acreditei que pudesse estar entre as melhores e jogar contra qualquer uma. Eu fiz jogos muito duros há duas semanas, vim ganhando confiança no meu jogo, acreditando cada vez mais em mim e no meu físico", afirmou a tenista de 20 anos.

Para "furar" o qualifying, Bia precisou vencer nesta sexta a suíça Jil Teichmann, 153ª do ranking. Atual 101ª do mundo, a brasileira vencera outros dois jogos antes. Em grande fase, ela vem embalada por bons resultados em torneios de menor porte. Bia vem de dois títulos de nível ITF, um deles o maior da carreira, obtido no início do mês, em Cagnes-sur-Mer, na França. Também foi até às quartas de final do Torneio de Praga, com direito a uma vitória sobre a australiana Samantha Stosur, ex-Top 10 e campeã de Grand Slam.

A vitória desta sexta garantiu a brasileira não apenas em sua primeira chave principal de Grand Slam. Com os pontos somados no qualifying, ela praticamente assegurou também a vaga direta em Wimbledon, que será disputado no início de julho. Bia deve subir cerca de 20 posições no ranking - os 100 primeiros do ranking costumam entrar direto nas chaves principais dos torneios de Grand Slam.

Para seguir brilhando em Roland Garros, Bia terá uma missão mais complicada pela frente, em sua estreia na chave principal. Ela vai cruzar com a russa Elena Vesnina, de 30 anos. Vesnina é a atual 15ª do ranking, e a décima melhor tenista da temporada até agora. Dona de três títulos de nível WTA (um deles conquistado neste ano), a russa ficou mais famosa nos últimos anos por posar para a revista Playboy do seu país.

Bia e Vesnina nunca se enfrentaram no circuito profissional. "Não conheço ela, mas sei que é muito experiente. Com certeza, vai ser mais um jogo duro, vou tentar manter o meu padrão e jogar com atitude", previu Bia Haddad, que poderá fazer sua estreia na terça, data do seu aniversário de 21 anos.

Em busca do presente de aniversário, a brasileira confia no bom ritmo que adquiriu ao jogar o qualifying. "É sempre bom vir do quali, porque normalmente você vem com mais ritmo. Em um torneio como esse, primeira rodada é sempre complicada, mas para mim já vai ser a quarta rodada. Vou estar com bom ritmo, eu já venho de muitas partidas, então tenho certeza que vai ser uma boa semana ainda", declarou.

*O repórter viajou a convite da Federação Francesa de Tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.