Divulgação/WTA de Praga
Divulgação/WTA de Praga

Bia Haddad comemora maior vitória da carreira: 'Não deixei Stosur jogar'

Brasileira derrota tenista do Top 20 mundial pela primeira vez na carreira

Estadão Conteúdo

03 Maio 2017 | 17h06

A tenista brasileira Beatriz Haddad Maia festejou sua maior vitória da carreira, nesta quarta-feira. A número 1 do Brasil superou a experiente australiana Samantha Stosur no Torneio de Praga, na República Checa, e avançou às quartas de final. Stosur, ex-número 4 do mundo, ocupa atualmente o posto de 19ª do ranking da WTA. Bia nunca havia vencido uma rival do Top 20.

"Estou muito, muito feliz", celebrou a tenista de 20 anos, atual 144ª do ranking. "Joguei muito sólida e tranquila, buscando ponto a ponto. Não deixei ela (Stosur) jogar", disse Bia, que acumulou a quinta vitória consecutiva em Praga. Ela vencera três jogos no qualifying e já tem dois triunfos na chave principal.

Bia atribuiu a boa sequência no saibro de Praga aos treinos intensos dos últimos meses. Ela fez pré-temporada atrasada no início do ano por causa de acidente doméstico que sofreu em dezembro. Acabou voltando ao circuito disputando torneios de nível ITF, na metade de fevereiro. "Tudo isso é resultado do trabalho do dia a dia. Venho evoluindo a cada jogo, a cada semana", comentou.

A vitória desta quarta foi muito comemorada porque Samantha Stosur já foi campeã do US Open, em 2011, e foi vice-campeã outro dos torneios do Grand Slam na sua carreira, em 2010, em Roland Garros. Mas a experiente tenista acabou sucumbindo em sets diretos diante da jovem brasileira.

Em busca da vaga na semifinal, Bia enfrentará uma tenista da casa. Kristyna Pliskova nem precisou entrar em quadra para avançar, nesta quarta. Isso porque sua rival, a também checa Lucie Safarova, desistiu antes do início da partida. Safarova, quinta cabeça de chave, é a atual campeã em Praga.

Além de Safarova, a dinamarquesa Caroline Wozniacki se despediu nesta quarta. Uma das favoritas ao título, a segunda cabeça de chave foi eliminada pela letã Jelena Ostapenko por 2 a 1, com parciais de 5/7, 6/3 e 7/6 (7/5). Já a sétima pré-classificada da chave, a croata Ana Konjuh, superou a local Marketa Vondrousova por 6/4 e 7/6 (7/2) e avançou às quartas de final.

Mais conteúdo sobre:
tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.