Pavel Lebeda/ Sparta Praha
Pavel Lebeda/ Sparta Praha

Bia Haddad e Feijão são confirmados no qualifying de Roland Garros

Sem Teliana Pereira, o Brasil terá dois representantes nas chaves

Estadao Conteudo

05 Maio 2017 | 15h46

O Brasil terá dois representantes nas chaves do qualifying de Roland Garros. Beatriz Haddad Maia e João Souza, o Feijão, foram confirmados nas listas dos qualis pela organização do Grand Slam francês, nesta sexta-feira.

A surpresa foi a ausência de Teliana Pereira, que vinha conseguindo ao menos disputar os qualis dos torneios de Grand Slam nas últimas temporadas. Para entrar no qualifying, a brasileira, atual 214ª do mundo, teria que torcer por seguidas desistências porque entraram 195 tenistas na chave principal e no quali.

Atual número 1 do mundo, Bia Haddad ocupa a 144ª colocação do ranking, mas deve aparecer entre as 120 primeiras na próxima atualização do ranking, na segunda-feira. Ela subirá na lista da WTA por causa da boa campanha no Torneio de Praga, nesta semana.

Bia venceu cinco partidas seguidas na competição checa, três no quali e duas na chave principal. Em boa fase, ela conquistou vitórias importantes, como a que obteve sobre a australiana Samantha Stosur, ex-Top 5 do ranking e dona de um título de Grand Slam.

A chave feminina do quali divulgada nesta sexta apresenta 88 tenistas. Mas ainda haverão oito convites para formar a chave de 96 atletas. Teliana poderia almejar uma destas vagas. A russa Maria Sharapova, voltando de suspensão de 15 meses por doping, também poderia ser contemplada com um dos "wild cards". Os convites serão anunciados somente no dia 16.

Na chave masculina do quali, o Brasil terá somente Feijão. Se vencer os três jogos, vai se juntar ao trio formado por Thomaz Bellucci, Rogério Dutra Silva e Thiago Monteiro, já garantido na chave principal. O quali terá início no dia 22. Seis dias depois começarão as chaves que reúnem os tenistas mais famosos do circuito.

As chaves de duplas só serão anunciadas nas próximas semanas. Mas é praticamente certo que o Brasil terá Bruno Soares, Marcelo Melo, André Sá e Marcelo Demoliner na chave principal masculina.

Mais conteúdo sobre:
Bia Haddad João Souza tênis Roland Garros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.