Mark Cristino / EFE
Mark Cristino / EFE

Bia vence e encerra jejum brasileiro no Aberto da Austrália

Desafio na próxima rodada será contra Karolina Pliskova, atual nº 6 do ranking mundial

Estadão Conteúdo

16 Janeiro 2018 | 08h22

A tenista brasileira Beatriz Haddad Maia encerrou na madrugada desta terça-feira um jejum de vitórias do Brasil no Aberto da Austrália que já durava 53 anos. Ao vencer a local Lizette Cabrera por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/3) e 6/4, Bia acabou com a sequência negativa que já durava desde 1965 na chave feminina.

+ Nadal atropela dominicano em estreia na Austrália; Rogerinho perde de Kyrgios

+ Marcelo Melo mira título inédito em Melbourne

Naquele ano, Maria Esther Bueno venceu última partida de uma brasileira neste Grand Slam ao chegar à decisão. Desde então, nenhuma compatriota havia passado da rodada de abertura na chave de simples, ao longo de décadas em que os tenistas do Brasil tinha maior dificuldade de fazer a custosa viagem até Melbourne.

Atual 70ª do ranking, Bia fez sua estreia como profissional na Austrália. E, na madrugada desta terça, ela repetiu o desempenho que já havia exibido contra a mesma Cabrera no Torneio de Hobart, na semana passada. Novamente ela não perdeu um set sequer.

Mas o placar não refletiu as dificuldades vividas pela brasileira na primeira parcial. Bia perdeu seus dois primeiros games de saque. E Cabrebra teve chance de abrir 4/0. Bia, no entanto, reagiu a tempo, devolveu as quebras e levou o duelo para o tie-break, quando se destacou.

Com a confiança em alta, a brasileira deslanchou no segundo set. Faturou duas quebras de saque em sequência e abriu 4/1. A tenista local, 161ª do mundo, não ofereceu maior resistência e cedeu a vitória após 1h35min de confronto.

Na segunda rodada, Bia terá pela frente uma missão mais complicada. Sua adversária será a checa Karolina Pliskova, que teve grande temporada em 2017 e chegou a liderar o ranking. Será a quarta vez que a brasileira enfrentará uma rival do Top 10 do ranking no circuito - nas três vezes anteriores ela foi derrotada.

Atual 6ª do mundo, Pliskova estreou com vitória na noite desta segunda (horário de Brasília), justamente sobre a paraguaia Veronica Cepede Royg, que é uma das amigas mais próximas de Bia no circuito, por 6/3 e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.