Divulgação/VIpcomm
Divulgação/VIpcomm

Bruno Soares e Marcelo Melo se juntam para o Masters 1000 de Miami

Ausência de Alexander Peya e Ivan Dodig uniu tenistas brasileiros

Estadão Conteúdo

21 Março 2015 | 16h38

Reeditando a dupla que já atuou junto no circuito profissional e que sempre dá um ponto ao Brasil nos confrontos de Copa Davis, os mineiros Bruno Soares e Marcelo Melo anunciaram neste sábado que disputarão o Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos, o segundo de uma série de 9 torneios deste nível da ATP, a partir da próxima quinta-feira.

Com o austríaco Alexander Peya, o parceiro regular de Bruno Soares, em seu país natal para ver o nascimento do segundo filho e com o croata Ivan Dodig, o parceiro de Marcelo Melo, lesionado, ambos ficaram sem dupla na última hora e resolveram se unir para jogar em Miami.

Bruno Soares e Marcelo Melo usarão algumas vagas que a ATP deixa para casos como estes, em que um parceiro se lesiona e é preciso formar uma dupla de última hora, fazendo a inscrição no local do torneio. "Estamos empolgados para aproveitar essa oportunidade. Nossos parceiros, por motivos diferentes, não puderam jogar. O Ivan por lesão e o Alex por motivos pessoais, mas a gente está feliz que essa coincidência aconteceu e deu certo de jogarmos juntos," comentou Soares.

Marcelo Melo vê também a oportunidade como uma preparação para os Jogos Olímpicos do Rio, no ano que vem. "No circuito a gente não tem muitas chances de jogar junto e por uma coincidência, dos nossos parceiros não poderem estar em Miami, acabou dando certo de jogarmos aqui e isso ajuda muito na preparação para o Rio-2016. Quanto mais a gente jogar junto, melhor".

Como estarão do mesmo lado da quadra, representando o Brasil, ambos querem aproveitar o torneio que talvez tenha mais brasileiros mundo afora, para contar ainda mais com a torcida nacional. "O torneio de Miami tem muitos brasileiros assistindo e a gente joga muito bem quando a torcida está presente, como na Copa Davis, e queremos muito contar o público na torcida aqui neste evento, que é especial," disse Bruno Soares.

Além do sucesso na Copa Davis, em que têm um recorde de 9 vitórias e apenas 1 derrota, e das quartas de final na Olimpíada de Londres, em 2012, Bruno Soares e Marcelo Melo já jogaram juntos no circuito profissional em diversas ocasiões. Eles têm quatro títulos (Nice, Santiago, Costa do Sauipe e Estocolmo) e outros cinco vices (Metz, Gstaad, Auckland, Acapulco e Estocolmo).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.