1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Campeão, Federer consolida 3º lugar e jogará ATP Finals

Estadão Conteúdo

18 Agosto 2014 | 10h 05

Tenista suíço alcançou a marca de 7.490 pontos após vencer Masters 1000 de Cincinatti em cima do espanhol David Ferrer

Campeão do Masters 1000 de Cincinnati no último domingo, Roger Federer se consolidou ainda mais na terceira posição do ranking da ATP, atualizado nesta segunda-feira. O tenista suíço chegou aos 7.490 pontos e passou a ostentar confortável vantagem sobre o seu compatriota Stan Wawrinka, que ficou com 5.985 após ter sido eliminado nas quartas de final do torneio norte-americano.

Para completar, o recordista de títulos de Grand Slam ainda teve a sua presença oficialmente confirmada segunda-feira no ATP Finals, torneio que reunirá os oito melhores tenistas da temporada, entre 9 e 16 de novembro, em Londres.

Federer obteve o feito após alcançar o 80º título de simples de sua carreira, sendo que ele já levou por seis vezes a taça de campeão do ATP Finals, com as conquistas de 2003, 2004, 2006, 2007, 2010 e 2011.

Jonathan Moore/AFP
Federer conquistou Masters de Cincinatti neste domingo

E, ao se garantir em mais uma edição do importante evento, o suíço acumulou mais um recorde. Ele se tornou o primeiro tenista a jogar por 13 vezes consecutivas o torneio que reúne os melhores tenistas da temporada. Ele superou a marca de Ivan Lendl, que atuou por 12 vezes seguidas entre 1980 e 1991.

E a presença em mais um ATP Finals foi comemorada pelo suíço. "É sempre um dos grandes objetivos que estabeleço para mim no começo da temporada. É sempre uma honra absoluta fazer parte do grupo dos oito melhores. Ter a chance de ganhar um troféu extra no fim da temporada, que é tão prestigiado, um dos maiores que temos neste esporte e que eu consegui tão bem. É um grande sentimento. Voltar ao torneio que fecha a temporada, onde tenho estado desde 2002, é um privilégio e vou tentar dar o meu máximo lá. Espero que possa guardar um pouco do meu melhor para o final", ressaltou, ao site oficial da ATP.

Se Federer teve motivos de sobra para comemorar nesta segunda-feira, o sérvio Novak Djokovic, também já garantido no ATP Finals, segue disparado na liderança do ranking, com 12.770 pontos, contra 10.670 do espanhol Rafael Nadal, vice-líder e outro tenista que estará no evento que reúne os melhores jogadores da temporada.

Já o espanhol David Ferrer, que foi batido por Federer na final em Cincinnati, subiu do sexto para o quinto lugar, enquanto o canadense Milos Raonic, superado pelo suíço nas semifinais, pulou da sétima para a sexta posição. Os dois ultrapassaram o checo Tomas Berdych, que caiu para o sétimo posto. Outro que perdeu duas posições nesta segunda-feira foi o argentino Juan Martín del Potro, que caiu de 11º para 13º.

BRASILEIROS

Entre os brasileiros, Thomaz Bellucci se manteve como número 1 do País, mas caiu do 90º para o 92º lugar, enquanto João Souza, o Feijão, se manteve em 113º como segundo mais bem colocado do Brasil. Outro dois integrantes do Top 200, Rogério Dutra Silva e Guilherme Clezar subiram no ranking nesta segunda-feira. O primeiro deles passou de 163º para 162º no geral. Já o segundo pulou de 194º para 191º.

Confira o ranking atualizado da ATP:

1) Novak Djokovic (SER), 12.770

2) Rafael Nadal (ESP), 10.670

3) Roger Federer (SUI), 7.490

4) Stan Wawrinka (SUI), 5.985

5) David Ferrer (ESP), 4.765

6) Milos Raonic (CAN), 4.225

7) Tomas Berdych (RCH), 4.060

8) Grigor Dimitrov (BUL), 3.540

9) Andy Murray (GBR), 3.150

10) Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 2.920

11) Kei Nishikori (JAP), 2.680

12) Ernests Gulbis (LET), 2.580

13) Juan Martín del Potro (ARG), 2.410

14) Richard Gasquet (FRA), 2.360

15) John Isner (EUA), 1.925

16) Marin Cilic (CRO), 1.845

17) Fabio Fognini (ITA), 1.835

18) Tommy Robredo (ESP), 1.825

19) Roberto Bautista (ESP), 1.800

20) Kevin Anderson (AFS), 1.775

92) Thomaz Bellucci (BRA), 618

113) João Souza (BRA), 530

162) Rogério Dutra Silva (BRA), 320

191) Guilherme Clezar (BRA), 257