Michal Cizek/AFP
Michal Cizek/AFP

Checa algoz de Bia Haddad e qualifier alemã avançam à final em Praga

Kristyna Pliskova e Mona Barthel vão disputar o título

Estadão Conteúdo

05 Maio 2017 | 13h54

A alemã Mona Barthel, que iniciou a sua campanha ainda no qualifying, e a checa Kristyna Pliskova, algoz da brasileira Beatriz Haddad Maia nas quartas de final, venceram nesta sexta-feira seus jogos pelas semifinais e agora vão disputar o título do Torneio de Praga.

Kristyna é irmã de Karolina Pliskova, a número 3 do mundo e que foi a primeira cabeça de chave do evento checo, que contava com outras três tenistas do Top 20 - a dinamarquesa Caroline Wozniacki, a australiana Samantha Stosur, que foi eliminada por Bia Haddad Maia, e a checa Barbora Strycova, que perdeu para Barthel nas semifinais nesta sexta. Mas foram zebras que avançaram à decisão.

Após passar por Bia Haddad na quinta, Kristyna Pliskova, a número 58 do mundo, contou com o seu potente saque para superar a letã Jelena Ostapenko, a 50ª colocada no ranking, por 6/4 e 6/2. A checa disparou 17 aces no duelo e contou com o desgaste da oponente, que já havia entrado em quadra nesta sexta pelas quartas de final - bateu a croata Ana Konjuh (3/6, 6/4 e 6/3).

Agora, Pliskova vai disputar a segunda final da sua carreira e também tentará levar o seu segundo troféu - foi campeã no ano passado em Tashkent. Sua rival vai ser Barthel, a número 82 do mundo e que superou de virada Barbora Strycova, a 18ª colocada no ranking, por 3/6, 6/2 e 6/3.

Esta foi a quarta vitória de Barthel em sete duelos com a tenista checa. E o resultado a classificou para a sua sétima final - até agora são três títulos e três vice-campeonatos.

Mais conteúdo sobre:
tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.