Ramiro Furquim/Estadão
Ramiro Furquim/Estadão

Chefe da Federação Francesa de Tênis exalta Guga: 'É uma lenda de Roland Garros'

Segundo Bernardo Giudicelli, o brasileiro traz alegria

Felipe Rosa Mendes, enviado especial a Paris, Estadão Conteúdo

31 Maio 2017 | 07h06

Recebido com festa surpresa nesta semana em Roland Garros, Gustavo Kuerten ganhou elogios do presidente da Federação Francesa de Tênis (FFT), responsável pela organização do Grand Slam francês. Bernard Giudicelli afirmou que o ex-tenista brasileiro é uma das "lendas" da tradicional competição de Grand Slam.

"Ele é uma lenda. É, com certeza, uma das quatro lendas de Roland Garros. Guga é um cara que traz alegria", disse o dirigente, em entrevista a quatro veículos internacionais - da imprensa brasileira, somente o Estado estava presente. Bernard Giudicelli concedeu a entrevista na sede da Federação Francesa, localizada dentro da Philippe Chatrier, a quadra central de Roland Garros.

"Quando eu o vi pela primeira vez nesta quadra, foi como um sonho. Aquele seu estilo de jogo, seu jeito de andar...", disse o presidente da FFT, tentando imitar os movimentos que Guga fazia com a cabeça em quadra. "Todo mundo lembra o que ele fez aqui nesta quadra quando ganhou o terceiro título: desenhou um coração no saibro", recordou.

Bernard Giudicelli lembrou também das homenagens que Guga recebeu no Rio Open, no ano passado. "Foi muito emocionante para mim, quando eu estava no Rio, e ele foi à quadra e foi ovacionado pelo público", afirmou o dirigente, eleito presidente da FFT em fevereiro deste ano.

Sob sua gestão, a federação produziu neste ano um curto documentário, no qual relembra o surpreendente primeiro título de Guga em Roland Garros, em 1997, a partir de entrevistas com familiares e amigos. O documentário foi filmado em março deste ano, em Florianópolis, terra natal do tricampeão do Grand Slam francês. E foi lançado no fim de semana, nas redes sociais da competição.

Foi uma das homenagens que o brasileiro está recebendo neste ano em Paris, por causa dos 20 anos de sua primeira conquista. No início da semana, ele ganhou uma festa surpresa de um dos patrocinadores no complexo de Roland Garros. Até o diretor do torneio, Guy Forget, estava presente.

"Esperamos que ele esteja aqui de novo para o fim do torneio", afirmou Bernard Giudicelli. Não será por acaso. Guga será homenageado pelo Hall da Fama do tênis na segunda semana da competição. "Essa é a mágica de Roland Garros: aqui você não precisa ser francês para se tornar um herói", disse o presidente da FFT ao Estado.

Mais conteúdo sobre:
tênis Roland Garros Gustavo Kuerten

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.