1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Cuevas surpreende e elimina Nadal em batalha no Rio Open

- Atualizado: 21 Fevereiro 2016 | 11h 32

Uruguaio derrota espanhol por 2 sets a 1 em jogo com mais de 3h

Contra todos os prognósticos, o Rio Open terá neste domingo uma final sul-americana na chave masculina. Isso porque dois dos favoritos ao título cederam a "zebras" nesta madrugada e se despediram da competição de nível ATP 500. A maior delas foi a queda do espanhol Rafael Nadal, eliminado pelo uruguaio Pablo Cuevas. Na outra semifinal, o argentino Guido Pella despachou o austríaco Dominic Thiem.

Nadal, cabeça de chave número 1, era o grande favorito ao título. E ganhou ainda mais moral ao vencer o set inicial. No entanto, foi caindo de rendimento ao longo da partida, enquanto Cuevas exibia cada vez mais confiança. O uruguaio aproveitou a situação mais favorável e venceu de virada, por 6/7 (6/8), 7/6 (7/3) e 6/4, em uma "batalha" que durou 3h28min.

"Foi a melhor vitória da minha carreira, contra o melhor jogador da história do saibro", comemorou Cuevas, atual número 45 do ranking. "Foi um jogo longo, acho que meu mérito foi não perder a confiança em nenhum momento, mesmo quando ele esteve à frente", analisou.

Nadal perdeu de virada para Cuevas em batalha no Rio
Nadal perdeu de virada para Cuevas em batalha no Rio

Nadal, por sua vez, lamentou mais um "tropeço" no saibro sul-americano. "Cuevas é um jogador perigoso, fez uma boa partida, sacou muito bem. Acho que joguei bem, lutei até o final, mas faltou tranquilidade e confiança nos momentos importantes. Queria o título, mas tenho que aceitar e continuar trabalhando", afirmou o especialista em saibro.

O espanhol também caiu na semifinal em Buenos Aires na semana passada. No Rio, no ano passado, ele foi eliminado na mesma fase. Com os resultados recentes, o número cinco do mundo segue em busca da sua 100ª final no circuito profissional.

Na final, Cuevas fará sua quinta final da carreira, em busca do quarto título. Para tanto, terá que superar o embalado Guido Pella, responsável por eliminar dois cabeças de chave no Rio. Logo na estreia, ele derrotou o norte-americano John Isner, quarto pré-classificado.

Na noite de sábado, ele voltou à carga e despachou o austríaco Dominic Thiem, que vinha do título em Buenos Aires, na semana passada. Pella venceu em sets diretos, com parciais de 6/1 e 6/4.

EUA

No Torneio de Delray Beach, o argentino Juan Martín Del Potro, compatriota de Pella, teve menos sorte. Em seu retorno às quadras, o ex-número quatro do mundo caiu diante do forte saque do local Sam Querrey, por duplo 7/5. Querrey fará uma final americana com Rajeev Ram, que surpreendeu ao eliminar o búlgaro Grigor Dimitrov, quarto cabeça de chave, por 6/4 e 6/3.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX