Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Djokovic arrasa Murray e conquista sexto título do Aberto da Austrália

Tênis

Lukas Coch|EFE

Djokovic arrasa Murray e conquista sexto título do Aberto da Austrália

Sérvio domina britânico em vitória por 3 sets a 0 na final

0

Estadão Conteúdo

31 Janeiro 2016 | 09h54

Novak Djokovic mostrou mais uma vez neste domingo que está mesmo um nível acima dos outros tenistas do circuito. Na decisão do Aberto da Austrália entre os dois melhores tenistas do ranking, o sérvio foi amplamente superior a Andy Murray durante toda a partida e não teve maiores dificuldades para vencer por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 7/5 e 7/6 (7/3).

Foram necessárias somente 2h53min de partida para que Djokovic selasse seu sexto troféu do Aberto da Austrália, se igualando a Roy Emerson como maior vencedor da competição. Já Murray está se acostumando à segunda colocação em Melbourne e chegou neste domingo ao seu quinto vice-campeonato no primeiro Grand Slam do ano.

Aos 28 anos, Djokovic ampliou seu reinado e vai firmando seu nome como um dos melhores tenistas da história. O troféu deste domingo coroou uma campanha incrível em Melbourne, na qual o sérvio venceu cinco de seus sete jogos por 3 sets a 0.

Já são 11 títulos de Grand Slam para o líder do ranking. Djokovic ainda alcançou a incrível marca de apenas uma derrota nos últimos 34 jogos. Ele também ampliou sua hegemonia perante Andy Murray, já que venceu 22 de seus 31 confrontos diante do rival britânico.

Neste domingo, o sérvio começou avassalador. Nem parecia um confronto entre os dois melhores tenistas do mundo, porque Djokovic precisou de somente 30 minutos para aproveitar as duas oportunidades de quebra que teve e fechar o primeiro set em um tranquilo 6 a 1.

Na segunda parcial, Murray chegou a igualar forças, mas errava demais nos momentos decisivos. A cada falha, sua fisionomia mostrava a frustração por uma atuação tão abaixo da média em um dia tão importante. O resultado foi mais uma vitória de Djokovic, que abriu 2 a 0 e colocou a mão na taça.

E o triunfo parecia garantido quando o sérvio buscou uma quebra logo no primeiro game do terceiro set. Murray estava entregue, cometia erros bobos e quem pagou por isso foi sua raquete, batidas por diversas vezes no chão. Mas quando parecia derrotado, o britânico esboçou uma reação.

No sexto game, foi a vez de Murray aproveitar alguns erros de Djokovic para quebrar o serviço do adversário. O britânico ainda teve chances para virar, mas, mais uma vez, falhou. A partida, então, foi para o tie-break, e aí o líder do ranking deslanchou. Contou com duas duplas faltas do rival, acertou bolas vencedoras nos momentos decisivos e confirmou o tranquilo triunfo.

Comentários