Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Djokovic comete 100 erros, mas avança após batalha de 4h32

Tênis

Saeed Khan/AFP

esportes

tênis

Djokovic comete 100 erros, mas avança após batalha de 4h32

Sérvio vai pegar Nishikori após ganhar de francês por 3 sets a 2

0

Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2016 | 10h41

O domínio que Novak Djokovic vem apresentando diante dos seus adversários não se repetiu neste domingo no Aberto da Austrália, ainda que ele tenha conseguido se classificar às quartas de final. Para isso, porém, precisou de 4 horas e 32 minutos para superar o francês Gilles Simon, num duelo em que cometeu 100 erros não-forçados.

Apesar disso, o número 1 do mundo bateu o 15º colocado no ranking da ATP por 3 sets a 2, com parciais de 6/3, 6/7 (1/7), 6/4, 4/6 e 6/3, na Rod Laver Arena. Assim, se classificou às quartas de final do primeiro Grand Slam da temporada. Mas desde 7 de novembro, Djokovic não perdia sequer um set.

O excesso de erros do sérvio - 100 - impressionou. O número 1 do mundo disparou 62 winners, mas acabou sendo surpreendido diversas vezes por Simon. No primeiro set, Djokovic conseguiu uma quebra de saque no começo do jogo, permitiu que o francês igualasse o placar em 3/3, mas depois se impôs para vencer por 6/3.

Já no segundo set, Simon salvou os 11 break points de Djokovic e levou a parcial para o tie-break, quando se aproveitou dos vários erros do sérvio para vencer por 7/1. O terceiro set foi equilibrado, com uma quebra de saque para cada tenista até o décimo game, quando o número 1 do mundo converteu mais um break point para aplicar 6/4.

Já no quarto set, a única quebra de serviço foi obtida por Simon, no nono game, o que o levou a vencer parcial por 6/4, forçando a disputa do tie-break. Aí, Djokovic conseguiu duas quebras e abriu 5/1. Simon lutou, devolveu uma delas, salvou dois match-points, mas acabou sendo batido por 6/3.

Assim, após avançar com muita dificuldade, Djokovic jogará pela 27ª vez seguida nas quartas de final de um dos torneios do Grand Slam - a última vez que caiu antes dessa etapa foi na edição de 2009 de Roland Garros.

O adversário de Djokovic vai ser o japonês Kei Nishikori, número 7 do mundo, que venceu o francês Jo-Wilfried Tsonga, décimo colocado no ranking, por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/2 e 6/4, em 2 horas e 2 minutos. A vitória do asiático foi facilitada pela condição física de Tsonga, que sofreu com dores nas costas.

O checo Tomas Berdych também se garantiu neste domingo nas quartas de final do Aberto da Austrália. O número 6 do mundo superou o espanhol Roberto Bautista Agut, 21º colocado no ranking, por 3 sets a 2, com parciais de 4/6, 6/4, 6/3, 1/6 e 6/3, em 3 horas e 18 minutos.

Berdych está nas quartas de final do Aberto da Austrália pelo sexto ano consecutivo e agora tentará avançar às semifinais pela terceira vez seguida. Seu próximo adversário sairá do duelo entre o suíço Roger Federer e o belga David Goffin.

Comentários