Ettore Ferrari/ EFE
Ettore Ferrari/ EFE

Djokovic massacra Thiem e faz final em Roma com Zverev

Entrando em quadra duas vezes, sérvio conclui triunfo contra Del Potro e arrasa austríaco

Estadao Conteudo

20 Maio 2017 | 17h18

Não houve desgaste que impedisse Novak Djokovic de se classificar para a final do Masters 1000 de Roma. Pelo contrário. Embalado pela vitória sobre Juan Martin del Potro horas antes pelas quartas de final, o sérvio massacrou o austríaco Dominic Thiem, se garantindo na decisão deste domingo contra o alemão Alexander Zverev.

Thiem, o número 7 do mundo, havia feito bonito na última sexta-feira, quando impôs ao espanhol Rafael Nadal a sua primeira derrota em quadras de saibro nesta temporada para se garantir nas semifinais em Roma. Mas ele não conseguiu manter o alto nível diante do segundo colocado no ranking da ATP.

Neste sábado, Djokovic precisou entrar em quadra duas vezes. Na primeira, concluiu seu triunfo diante de Del Potro, em duelo que foi interrompido no dia anterior por causa de um temporal repleto de relâmpagos. Na segunda, fez ainda melhor ao massacrar Thiem por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/0, em apenas 59 minutos.

Djokovic dominou completamente o austríaco desde o começo do confronto, tendo aberto 5/0 na primeira parcial. Thiem ainda confirmou o seu saque no sexto game, mas na sequência o sérvio fechou a parcial em 6/1.

O segundo set também foi fácil para Djokovic. O número 2 do mundo até teve o seu serviço ameaçado no terceiro game, mas salvou os dois break points do austríaco, além de ter convertido três na parcial para aplicar um "pneu". Assim, avançou à final em Roma e ampliou para 5 a 0 a sua vantagem no confronto direto com o austríaco.

Já Zverev se garantiu na final ao derrotar o norte-americano John Isner, o número 24 do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/7 (5/7) e 6/1, em 1 hora e 57 minutos. O alemão disparou 12 aces, contra oito do adversário, conhecido pelo seu potente saque.

Agora, neste domingo, Djokovic tentará conquistar o seu quinto título do Masters 1000 italiano na sua oitava decisão do evento. Já Zverev, de 20 anos, disputará a sua primeira final de um Masters 1000. Também será o primeiro confronto do 17º colocado no ranking com o sérvio.

Mais conteúdo sobre:
tênis Novak Djokovic Dominic Thiem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.