Sergio Barrenechea / EFE
Sergio Barrenechea / EFE

Djokovic sofre, mas vence Almagro em estreia no Masters de Madri

Nishikori e Berdych também avançam

Estadão Conteudo

10 Maio 2017 | 11h38

Ainda tentando exibir seu melhor tênis no giro de saibro europeu, o sérvio Novak Djokovic sofreu nesta quarta-feira, mas venceu o local Nicolas Almagro em sua estreia no Masters 1000 de Madri, na Espanha. O número dois do mundo precisou de três sets para superar o atual 76º do ranking com parciais de 6/1, 4/6 e 7/5, em 2h15min de partida.

Irregular no serviço (foram sete aces e duas duplas faltas), Djokovic perdeu o saque por três vezes, uma quebra em cada set, e precisou suar mais do que esperava para superar o ex-Top 10. O sérvio perdeu o serviço mesmo vencendo o set inicial com certa facilidade. Na segunda parcial, Almagro elevou o nível do seu jogo e levou a melhor, sem perder o saque.

Mais confiante, o tenista da casa quebrou o saque de Djokovic logo no início do terceiro set, o mais equilibrado da partida, e chegou a abrir 3/0. O ex-número 1, contudo, reagiu rapidamente e devolveu a quebra no quinto game.

Os dois, então, passaram a fazer um jogo muito parelho até a disputa do 11º game, quando Djokovic conseguiu se impor no serviço do espanhol novamente e abriu a vantagem necessária para fechar o jogo no game seguinte. Tentando se reabilitar no circuito profissional, Almagro acabou sucumbindo diante das próprias falhas. Foram 37 erros não forçados, contra 23 do favorito.

Se Almagro tenta retomar as grandes exibições que fez entre 2011 e 2012, Djokovic mira ganhar ritmo no saibro, de olho na defesa do título de Roland Garros. Em Madri, ele disputa apenas o segundo torneio sobre este piso na temporada. O primeiro foi no Masters de Montecarlo, quando venceu apenas dois jogos e caiu nas quartas de final.

Nas oitavas de final, o tenista da Sérvia vai enfrentar o vencedor do duelo entre o local Feliciano López e o francês Gilles Simon.

Também pela segunda rodada em Madri, o japonês Kei Nishikori e o checo Tomas Berdych venceram seus jogos e avançaram às oitavas. O tenista do Japão, sexto cabeça de chave, derrotou o argentino Diego Schwartzman por 1/6, 6/0 e 6/4, enquanto Berdych passou pelo holandês Robin Haase por 7/6 (7/5) e 6/3.

Nishikori vai encarar agora o local David Ferrer, que contou com o abandono do francês Jo-Wilfried Tsonga para avançar na chave. Berdych, por sua vez, aguarda o confronto entre o alemão Alexander Zverev e o croata Marin Cilic.

Mais conteúdo sobre:
tênis Novak Djokovic Nicolas Almagro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.