Yoan Valat / EFE
Yoan Valat / EFE

Djokovic derrota português e se garante na terceira rodada em Roland Garros

Jo-Wilfried Tsonga é eliminado para o 91º do ranking

Estadão Conteúdo

31 Maio 2017 | 12h10

O sérvio Novak Djokovic avançou com tranquilidade para a terceira rodada de Roland Garros. Nesta quarta-feira, o número 2 do mundo não teve muitos problemas para bater o português João Sousa, o 59º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/4 e 6/3, em 2 horas e 6 minutos.

Esta foi a quarta vez que Djokovic encarou Sousa, sendo que o sérvio continua invicto no confronto. Agora, na próxima fase do Grand Slam parisiense, o número 2 do mundo terá pela frente o argentino Diego Schwartzmann (41º), que nesta quarta bateu o italiano Stefano Napolitano por 6/3, 7/5 e 6/2.

No seu segundo jogo na defesa do título conquistado em 2016 na França, Djokovic teve um ótimo começo, tanto que abriu 5/0. Sousa ainda confirmou o seu saque para evitar um "pneu", mas foi batido por 6/1.

Em vantagem, o sérvio oscilou no segundo set, tanto que trocou quebras de saque no terceiro e quarto games com o português. Mas depois voltou a se impor, converteu um break point e assegurou o seu triunfo por 6/4.

O terceiro set foi equilibrado até o sétimo game, quando Djokovic conseguiu uma quebra de serviço decisiva. E o sérvio voltou a se impor no saque do português no nono para fechar a parcial em 6/3 e o jogo em 3 a 0.

NOS OUTROS JOGOS

Semifinalista de Roland Garros no ano passado, o austríaco Dominic Thiem também avançou à terceira rodada nesta quarta-feira. O número sete do mundo superou o italiano Simone Bolelli, hoje apenas o 470º colocado no ranking e que veio do qualifying, por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/1 e 6/3.

Thiem só teve trabalho no primeiro set, quando foi conseguir a quebra de serviço decisiva apenas no 11º game. O seu próximo adversário em Paris vai ser o norte-americano Steve Johnson, o número 26 do mundo, que bateu nesta quarta o croata Borna Coric por 6/2, 7/6, 3/6 e 7/6.

Número 12 do mundo, o belga David Goffin avançou ao superar o ucraniano Sergiy Stakhovsky (123º) por 6/2, 6/4, 3/6 e 6/3. Na terceira rodada, ele terá pela frente o argentino Horacio Zeballos (65º), o algoz do croata Ivo Karlovic (24º), por 7/6, 7/6 e 6/3.

O búlgaro Grigor Dimitrov, número 13 do mundo, se garantiu na terceira rodada de Roland Garros com a vitória sobre o espanhol Tommy Robredo (274º) por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 7/5.

Ainda pela primeira rodada, em jogo que foi interrompido na última terça por causa de falta de luz, o francês Jo-Wilfried Tsonga acabou sendo precocemente eliminado ao perder para o argentino Renzo Olivo, 91º colocado no ranking, por 3 sets a 1, com parciais de 7/5, 6/4, 6/7 (6/8) e 6/4.

O duelo foi interrompido quando o argentino vencia a quarta parcial por 5/4. Assim só precisou jogar e ganhar mais um game para eliminar o 11º colocado no ranking e uma das esperanças da torcida francesa. O próximo adversário de Olivo vai ser o britânico Kyle Edmund.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.