Ettore Ferrari/EFE
Ettore Ferrari/EFE

Estrela da casa, Fognini supera Monfils e enfrenta Thiem em Roma

Italiano fez 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1 contra o francês

Estadão Conteúdo

14 Maio 2018 | 18h54

Maior esperança da torcida da casa, o tenista italiano Fabio Fognini empolgou as arquibancadas do Foro Italico nesta segunda-feira ao estrear com uma vitória arrasadora no Masters 1000 de Roma. Ele atropelou o francês Gael Monfils pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1, em apenas 53 minutos de jogo.

+ Após cirurgia, Jo-Wilfried Tsonga desiste de disputar Roland Garros

+ Após título em Madri, Kvitova sobe duas posições e é a 8ª do ranking da WTA

Na segunda rodada, o 21º do ranking deve ter mais trabalho no saibro de Roma. Seu adversário será o austríaco Dominic Thiem, vice-campeão do Masters de Madri, no fim de semana. No caminho até a final, o atual número oito do mundo eliminou ninguém menos que o espanhol Rafael Nadal em sets diretos. Por isso, é um dos favoritos em Roma.

Monfils não foi o único francês ex-Top 10 a se despedir de forma precoce na capital italiana. Seu compatriota Richard Gasquet também caiu nesta segunda ao ser batido pelo compatriota Benoit Paire por duplo 6/4. Na segunda rodada, Paire vai enfrentar o vencedor do duelo entre o argentino Diego Schwartzman e o chileno Nicolas Jarry.

Algoz do sérvio Novak Djokovic em Madri, o britânico Kyle Edmund estreou com vitória em Roma. Nesta segunda, ele derrotou o tunisiano Malek Jaziri por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/3. Em seguida, vai encarar o vitorioso do confronto entre o francês Lucas Pouille e o local Andreas Seppi, convidado da organização.

Campeão em Madri, o alemão Alexander Zverev ainda não entrou em quadra. Mas conheceu nesta segunda seu adversário de estreia, direto na segunda rodada. Ele vai encarar o local Matteo Berrettini, apenas o 103º do ranking. O italiano de 22 anos superou o norte-americano Frances Tiafoe por 6/3 e 7/6 (7/1).

Ainda nesta segunda, venceram e avançaram na chave italiana o holandês Robin Haase, o local Marco Cecchinato e o espanhol Albert Ramos-Viñolas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.