Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Roger Federer bate ucraniano e fatura 299ª vitória em Grand Slams

Tênis

Julian Smith/EFE

esportes

tênis

Roger Federer bate ucraniano e fatura 299ª vitória em Grand Slams

Suíço nunca foi eliminado nas duas primeiras rodadas na Austrália

0

Estadão Conteúdo

20 Janeiro 2016 | 09h25

O suíço Roger Federer está a uma vitória da incrível marca de 300 em torneios de Grand Slam. A 299.ª foi conquistada nesta quarta-feira, quando ele derrotou sem maiores dificuldades o ucraniano Alexandr Dolgopolov por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 7/5 e 6/1, e avançou à terceira rodada do Aberto da Austrália.

Em seu 65.º Grand Slam seguido, sendo o 67.º na carreira, Federer manteve a escrita de nunca ter sido eliminado nas duas primeiras rodadas na Austrália. Ele caiu na terceira partida em três oportunidades: nas suas duas primeiras idas a Melbourne, em 2000 e 2001, e no ano passado. Por isso, tenta voltar a brigar pelas primeiras posições no torneio.

Quatro vezes campeão na Austrália, Federer busca recuperar o troféu que não ganha desde 2010, justamente o ano de sua última decisão. Para isso, terá que passar pela terceira rodada, na qual enfrentará o búlgaro Grigor Dimitrov, cabeça de chave número 27, que eliminou o argentino Trungelliti em quatro sets: 6/3, 4/6, 6/2 e 7/5.

Nesta quarta, Federer confirmou seu favoritismo de terceiro cabeça de chave da competição. Diante do número 35 do mundo, o suíço se mostrou em dia inspirado no saque, acertou 25 aces - contra três do adversário - e sequer cedeu break points. Em compensação, aproveitou cinco das 13 oportunidades de quebra que teve para sair vencedor.

Outro dos favoritos que levou a melhor foi o checo Tomas Berdych. Sem qualquer dificuldade, o cabeça de chave número 6 avançou à próxima fase do Aberto da Austrália nesta quarta ao passar por 3 sets a 0 pelo bósnio Mirza Basic, com parciais de 6/4, 6/0 e 6/3. Agora, ele pegará o temperamental australiano Nick Kyrgios, 29.º cabeça de chave, que contou com o apoio da torcida para bater o uruguaio Pablo Cuevas em três sets: 6/4, 7/5 e 7/6 (7/2).

Logo atrás de Berdych na lista de favoritos, o japonês Kei Nishikori, sétimo cabeça de chave, encontrou um pouco mais de dificuldade, mas também precisou de três sets para bater o norte-americano Austin Krajicek, primo do ex-tenista Richard Krajicek, com parciais de 6/3, 7/6 (7/5) e 6/3. Na terceira rodada, Nishikori encarará o espanhol Guillermo Garcia-López, cabeça de chave número 26, que eliminou o alemão Daniel Brands por 3 sets a 1: 4/6, 6/1, 7/6 (7/0) e 6/3.

Outro tenista do Top 10 que avançou sem maiores problemas foi o francês Jo-Wilfried Tsonga. Nono cabeça de chave, ele eliminou o australiano Omar Jasika por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/1 e 6/4. Tsonga agora se prepara para encarar seu compatriota Pierre-Hugues Herbert, que bateu o norte-americano Noah Rubin em sets diretos: 6/3, 6/4 e 6/0.

O dia foi mesmo bom para os cabeças de chave. Marin Cilic (12.º), Gilles Simon (14.º), David Goffin (15.º), Dominic Thiem (19.º) e Roberto Bautista Agut (24.º) venceram seus compromissos e também se garantiram na terceira rodada. Assim como o argentino Federico Delbonis.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.