Mark Cristino / EFE
Mark Cristino / EFE

Federer e Djokovic vencem e avançam à 3ª rodada do Aberto da Austrália

Thiem, Del Potro e Zverev também vão para a próxima rodada; Goffin, Wawrinka e Querrey são eliminados

Estadão Conteúdo

18 Janeiro 2018 | 10h54

Sem muitos problemas, Roger Federer se classificou à terceira rodada do Aberto da Austrália no jogo que encerrou a programação desta quinta-feira em Melbourne. O número 2 do mundo derrotou o alemão Jan-Lenard Struff, o 55º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/4 e 7/6 (7/4), em 1 hora e 55 minutos.

+ Bia Haddad vence só dois games e perde para Pliskova no Aberto da Austrália

+ Melo vence fácil na estreia nas duplas e Demoliner é eliminado na Austrália

Atual campeão do Aberto da Austrália, Federer atua em busca do seu sexto título em Melbourne e do 20º dos torneios do Grand Slam. E em sua 19ª aparição nesse evento, ele manteve, com a vitória desta quinta, a marca de sempre avançar ao menos até a terceira rodada.

Apesar da fácil vitória, Federer converteu apenas três de 11 break points, sendo um de seis no terceiro set, quando perdeu o seu serviço uma vez para o tenista da Alemanha. O próximo rival do suíço de 36 anos vai ser o francês Richard Gasquet (31º), que eliminou o italiano Lorenzo Sonego por 6/2, 6/2 e 6/3. Federer lidera o confronto direto por 16 a 2.

Em dia de calor extremo em Melbourne, o sérvio Novak Djokovic precisou de uma virada para garantir presença na terceira rodada do Aberto da Austrália. O hoje número 14 do mundo superou o francês Gael Monfils, 39º colocado no ranking, por 3 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/3, 6/1 e 6/3, em 2 horas e 45 minutos.

O triunfo confirmou o excelente retrospecto de Djokovic diante de Monfils, com 15 vitórias e sem sequer uma derrota. O sérvio, porém, teve um início ruim no jogo, tendo perdido os dois primeiros games de serviço. Além disso, só conseguiu fechar o jogo no seu quarto match point. Já o francês sofreu com a alta temperatura, tendo, inclusive, que receber atendimento médico durante o segundo set.

Seis vezes campeão do Aberto da Austrália, Djokovic agora vai encarar o espanhol Albert Ramos-Viñolas, o 22º colocado no ranking, que fez 6/4, 6/2 e 7/6 (7/2) no norte-americano Tim Smyczek.

De volta às quadras após operar o joelho, o suíço Stan Wawrinka mostrou nesta quinta que ainda não recuperou a antiga forma. O número 9 do mundo foi facilmente eliminado do Aberto da Austrália ao perder para o norte-americano Tennys Sandgren, o 97º colocado no ranking, por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/1 e 6/4, em 1 hora e 28 minutos.

Wawrinka perdeu o seu saque cinco vezes e não conseguiu converter os dois break points que teve no duelo. Sandgren agora vai medir forças em Melbourne com o alemão Maximilian Marterer, o número 94 do mundo.

Quarto colocado no ranking da ATP, o alemão Alexander Zverev passou de fase no Aberto da Austrália ao derrotar o alemão Peter Gojowczyk, o 62º colocado no ranking, por 3 sets a 1, com parciais de 6/1, 6/3 4/6 e 6/3. O alemão, que faturou cinco títulos em 2017, agora medirá forças com o sul-coreano Hyeon Chung.

No sufoco, o austríaco Dominic Thiem avançou à terceira rodada em Melbourne. O número 5 do mundo derrotou, de virada, o norte-americano Denis Kudla, apenas o 180º colocado no ranking, por 3 sets a 2, com parciais de 6/7 (6/8), 3/6, 6/3, 6/2 e 6/3, em 3 horas e 48 minutos. Seu próximo rival vai ser o francês Adrian Mannarino.

Em um jogo também longo, de 3 horas e 45 minutos, o argentino Juan Martin del Potro, o número dez do mundo, superou o russo Karen Khachanov, o 47º colocado no ranking, por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 7/6 (7/4), 6/7 (0/7) e 6/4. O próximo oponente do tenista sul-americano vai ser o checo Tomas Berdych.

O belga David Goffin, o número sete do mundo, foi eliminado com a derrota de virada para o francês Julien Benneteau, 59º colocado no ranking, por 1/6, 7/6 (7/5), 6/1 e 7/6 (7/4). O tenista da França agora vai duelar com o italiano Fabio Fognini.

Semifinalista de Wimbledon, o norte-americano Sam Querrey, o número 13 do mundo, também deixou precocemente o Aberto da Austrália ao perder para o húngaro Marton Fucsovics, 85º colocado no ranking, por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 7/6 (8/6), 4/6 e 6/2. O próximo adversário do tenista da Hungria vai ser o argentino Nicolas Kicker.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.