Alan Diaz/AP
Alan Diaz/AP

Ferrer e Nishikori ganham fácil e avançam em Miami

Agora, Nishikori enfrenta sérvio, enquanto Ferrer joga contra checo

Estadão Conteúdo

28 Março 2015 | 19h01

Os principais favoritos que já entraram em quadra neste sábado no Masters 1000 de Miami não tiveram dificuldade para avançar à terceira rodada. Os destaques ficaram com o japonês Kei Nishikori e o espanhol David Ferrer, que perderam apenas três e dois games, respectivamente, nas suas partidas.

Número 5 do mundo e semifinalista em Miami no amo passado, Nishikori derrotou o russo Mikhail Youzhny, ex-Top 10 e atual 64º colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1, em 1 hora e 8 minutos, numa partida em que conseguiu cinco quebras de serviço em 16 oportunidades. Agora o asiático terá pela frente o sérvio Viktor Troicki, número 39 do mundo, que derrotou o italiano Simone Bolelli (7/5, 3/6 e 6/4).

Ferrer massacrou o argentino Federico Delbonis por 2 sets a 0, com um duplo 6/1, em apenas 57 minutos. Foi o segundo triunfo do espanhol sobre o sul-americano, sendo que o confronto anterior foi no Rio Open de 2014. O próximo adversário de Ferrer será o checo Lukas Rosol, que passou pelo alemão Alexander Zverev (7/6 e 6/3).

De volta às quadras após quatro meses de afastamento por causa de lesão no ombro direito, o francês Jo-Wilfried Tsonga venceu a sua primeira partida na temporada. Neste sábado, o número 13 do mundo superou o norte-americano Tim Smyczek, 75º colocado no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 6/3.

Para vencer, Tsonga disparou 11 aces na partida. Na terceira rodada, ele terá pela frente o compatriota Gael Monfils, que derrotou o sérvio Filip Krajinovic (3/6, 6/2 e 7/6). Tsonga lidera o confronto direto com Monfils por 4 a 1.

Também neste sábado, foi definido o próximo oponente do espanhol Rafael Nadal. Ele terá pela frente o compatriota Fernando Verdasco, número 34 do mundo, que precisou de 1 hora e 47 minutos para bater o australiano James Duckworth, de virada, com parciais de 4/6, 6/2 e 6/1. Nadal lidera o confronto direto por 13 a 1, mas perdeu o último confronto, em 2012, no Masters 1000 de Madri, que naquele ano foi disputado no saibro azul.

O francês Gilles Simon, número 14 do mundo, derrotou o casaque Mikhail Kukushkin por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 e 6/0. Na próxima rodada, ele terá pela frente o colombiano Alejandro Falla, que derrotou o croata Ivo Karlovic por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2.

O letão Ernests Gulbis, número 16 do mundo, caiu neste sábado em Miami ao perder para o argentino Juan Monaco, 46º colocado no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4, em 1 hora e 17 minutos. Na terceira rodada, Monaco terá pela frente o espanhol Guillermo Garcia López.

Número 23 do mundo, o italiano Fabio Fognini foi eliminado neste sábado ao perder para o norte-americano Jack Sock, 45º colocado no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 e 6/1. Agora o tenista local terá pela frente o austríaco Dominic Thiem, que passou pelo espanhol Feliciano López (7/6, 4/6 e 6/3).

Por sua vez, o norte-americano John Isner, número 24 do mundo, avançou em Miami ao bater o russo Andrey Rublev por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4. Já o francês Adrian Mannarino será o adversário do suíço Stan Wawrinka após derrotar o espanhol Albert Ramos (6/4, 3/6 e 6/2).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.