Guga já se sente "atleta" novamente

Com uma rápida e animadora recuperação da cirurgia no quadril, realizada dia 26 de fevereiro, o tenista Gustavo Kuerten entrou numa nova fase de sua preparação para a volta às quadras: esta semana foi liberado pelo seu médico, Thomas Byrd, para corridas leves e passa agora a intensificar seus exercícios de fisioterapia, com uma rotina diária de quatro horas. Guga já até começou a correr na esteira. "Já estou me sentindo um atleta novamente: estou suando bastante e puxando nos exercícios", constatou Guga. "Os dias mais críticos já passaram." Orientado pelo técnico Larri Passos, tudo está sendo feito pensando no tipo de movimentação que o tenista costuma ter nas quadras. Tanto é que os exercícios na piscina assemelham-se às jogadas e corridas de uma partida de tênis. "Estamos fazendo todo um processo para que quando o Guga volte a bater na bola ele esteja confiante e se sentindo forte", contou Passos. "Intensificamos a carga de exercícios com borracha e vamos começar a usar o ´medice ball´ para trabalhar os deslocamentos." Neste ritmo, Guga espera por um grande progresso para os próximos 15 dias: pegar novamente na raquete para voltar a bater bola na quadra. "Acho que dentro de duas semanas já vou poder jogar um pouco", revelou o jogador em Florianópolis. Ranking - Ex número 1 do mundo, o tenista Gustavo Kuerten vai ter uma dura missão na sua volta às quadras para recuperar a liderança do ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP). Na lista divulgada nesta segunda-feira, o seu maior rival, o australiano Lleyton Hewitt disparou no topo da classificação, com 1.210 pontos de vantagem sobre o brasileiro. Com um tênis impressionante, Hewitt marcou 500 pontos ao conquistar o título do Masters Series de Indian Wells. Esta semana, defende 225 pontos das semifinais do torneio de Miami, outro Masters Series que começa esta semana em Miami. Como consolo para Guga, o brasileiro não deve sofrer ameaças a sua vice-liderança nas duas próximas semanas. Tem ainda uma boa vantagem sobre o terceiro colocado, o espanhol Juan Carlos Ferrero, de 550 pontos. Miami dá ao campeão 500 pontos e Guga, como perdeu nas primeiras rodadas no ano passado, quase não tem nada a defender. O tênis brasileiro continua com quatro jogadores entre os 100 primeiros da ATP. Guga, Fernando Meligeni, André Sá e Flávio Saretta.

Agencia Estado,

18 Março 2002 | 17h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.