Guga mantém suspense até esta 3ª

Gustavo Kuerten ainda estava inseguro, nesta segunda-feira, não sabia se o corpo vai agüentar o esforço de jogar na quadra rápida em Cincinnati, nos Estados Unidos. Os organizadores colaboraram colocando sua partida para esta terça-feira, às 12 horas de Brasília, contra o inglês Tim Henman. Mas ele deixou para definir sua participação momentos antes de entrar na quadra. Guga é o campeão do torneio e tem 500 pontos para defender. Apesar de ter desistido na estréia em Toronto, na semana passada, e ter de descontar 75 pontos no ranking, esta semana ele subiu uma posição pela combinação de resultados de seus rivais. O brasileiro, que está em 19º lugar, chegou a levar uma bronca do técnico Larri Passos. ?Ele não teve comportamento de campeão?, disse Larri em entrevista à Rádio Jovem Pan, de São Paulo. Se perder logo no início novamente Guga deve cair mais na classificação. Ele e Henman se enfrentaram quatro vezes, com duas vitórias para cada lado. O inglês ganhou em 1998, em Key Byscaine, e em 2000, em Cincinnati ? as duas partidas em quadra rápida. O brasileiro o venceu no ano passado em Cincinnati, nas semifinais, e em Indianápolis, nas quartas-de-final. O brasileiro está em Mason, localidade onde a competição é disputada, desde quinta-feira passada e vem treinando forte com diferentes tenistas e o técnico Larri Passos. ?Vou tentar estar pronto para jogar. Estou treinando, mas ainda não cheguei ao meu melhor nível. Vou treinar mais até o dia do jogo para ver se consigo competir de igual para igual com os caras. A cada dia me sinto mais próximo da minha melhor forma e no saibro, há algumas semanas, me senti quase lá. Na quadra rápida, apesar de melhorar todos os dias, ainda falta um pouco. Sinto falta de velocidade e de reação?, disse Guga no domingo. ?Antes, se eu entrasse em um jogo sem jogar o meu melhor, o físico compensava e eu acabava ganhando. Hoje em dia tudo tem de estar perfeito e eu quero entrar em quadra sabendo que posso competir do começo ao final do torneio. Não quero entrar para fazer apenas um jogo.? O jornal Cincinnati Enquirer, o maior da região, dedicou uma página a ele e ao técnico, com fotos de Guga fazendo treinamento físico no Brasil. Guga em Cincinnati tem 15 vitórias e três derrotas, o melhor desempenho entre os tenistas em atividade no circuito. ?Sempre gostei muito de jogar aqui. É um lugar em que me sinto bem e se eu nunca mais voltar a vencer aqui, sempre vou ter boas lembranças e saber que cada ano que vim aproveitei ao máximo.? O técnico Larri Passos lembrou que a movimentação e a reação são as principais dificuldades para Guga na quadra rápida. Eles estão trabalhando muito a devolução de saque. ?Estamos adiantando a posição dele na hora de receber o saque. Posso dizer que hoje já foi melhor do que ontem e este é o caminho, vamos crescendo a cada dia.?

Agencia Estado,

05 Agosto 2002 | 19h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.