Guga pode cair para 50º no ranking

Gustavo Kuerten já bateu bola com o técnico Larri Passos, nesta sexta-feira, em Santa Catarina. O tenista vai treinar no Brasil até a viagem para Nova York, onde disputará o último torneio do Grand Slam da temporada, o Aberto dos Estados Unidos, que começa dia 26. Guga tem 250 pontos do ano passado para defender na competição, que é disputada em quadra rápida. O brasileiro chegou às quartas-de-final e perdeu para o russo Yevgeny Kafelnikov em 2001, em uma de suas melhores temporadas. Guga não quer saber de muita conversa. Ele não gostou de saber que seu nome estava sendo relacionado esta semana, no Rio, a Maryeva Oliveira, que foi flagrada por uma revista aos beijos com o ator Paulo Vilhena. Segundo a assessoria do jogador, o namoro com Maryeva já terminou há pelo menos dois meses. Nem com o ranking o jogador estaria muito preocupado no momento. Sua atenção estaria voltada mesmo para a recuperação da velocidade dos movimentos e o ritmo na quadra. Por não jogar em Indianápolis na semana que vem Guga vai deixar de defender 175 pontos, o que deve colocá-lo mais para baixo no ranking. Nesta semana ele teria de defender o título e 500 pontos, mas caiu na estréia em Cincinnati ao enfrentar o inglês Tim Henman. Guga tem 1.425 pontos e com o que tem para descontar deve começar a segunda-feira por volta do 37º lugar. Quando chegar aos Estados Unidos para jogar a partir do dia 26, deve estar perto do 50º lugar. Com isso é grande a chance de Guga começar o torneio enfrentando de cara um dos favoritos da competição de Nova York.

Agencia Estado,

09 Agosto 2002 | 18h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.