Hewitt é campeão em Indian Wells

O mais rápido, o mais eficiente e o melhor: é assim que Lleyton Hewitt se mostra para os adversários. E com os ingredientes imprescindíveis a um tenista número 1 do mundo, o australiano derrotou o inglês Tim Henman por 6/1 e 6/2, e conquistou o seu primeiro título de um Masters Series, em Indian Wells, na Califórnia. Além do troféu, embolsou um cheque de US$ 392 mil e somou 500 pontos no ranking mundial, disparando na lista da liderança que será divulgada nesta segunda feira pela ATP. A superioridade de Hewitt foi tão grande que levou Tim Heman a uma situação constrangedora. Depois do jogo, tendo confirmado apenas um de seus serviços, o tenista inglês pediu desculpas à torcida por não ter conseguido dar maior equilíbrio ao jogo, nem ter "esticado" um pouco mais a final, que teve apenas 1h21 de duração. Como consolo, Henman não só ganhou um cheque de US$ 206 mil, mas com os 350 pontos ganhos com o vice-campeonato irá novamente colocar-se entre os dez primeiros do ranking mundial. Enquanto isso, o número 1 do mundo vive um momento especial. Este ano teve um início de temporada complicado por causa de uma catapora, mas agora recuperado, já ganhou dois títulos. Há duas semanas em San Jose e agora em Indian Wells. O australiano, no ano passado, também foi campeão do US Open. Tendo assim três de seus maiores títulos em terras norte-americanas. Banana Bowl - Principal torneio juvenil do País, o Brasil ganhou três títulos na competição: nos 16 anos masculino, com Bruno Rosa, 16 anos feminino com Jennifer Widjaja e nos 14 feminino com Taliana Pereira. Na principal categoria, os 18 anos, o campeão foi Marcus Baghatts, do Chipre, que derrotou na final o argentino Brian Dabul por 7/6 (7/4), 3/6 e 7/6 (7/2).

Agencia Estado,

17 Março 2002 | 17h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.