Indiano e japonesa ganham Rendez-Vous e garantem vaga no juvenil de Roland Garros

Abhimanyu Vannemreddy e Anri Nagata levantam a taça do torneio classificatório para o Grand Slam francês

Felipe Rosa Mendes, enviado especial a Paris, O Estado de S.Paulo

27 Maio 2017 | 15h54

O indiano Abhimanyu Vannemreddy e a japonesa Anri Nagata se sagraram campeões da edição deste ano do Rendez-Vous à Roland Garros, neste sábado, em Paris. Jogando na quadra 6 do complexo do Grand Slam, os dois sofreram diante do forte calor, mas venceram as finais do masculino e feminino, respectivamente.

Na primeira decisão do dia, Anri Nagata derrotou a norte-americana Cori Gauff por 2 sets a 0, com um duplo 6/4. Logo na sequência, Abhimanyu Vannemreddy superou o japonês Hikaru Shiraishi em um confronto mais equilibrado, com parciais de 6/1, 4/6 e 6/1.

Diante do forte calor, que superou os 32 graus Celsius, Hikaru Shiraishi chegou a receber atendimento médico em quadra por duas vezes, por conta de um sangramento no nariz. O japonês foi o algoz do brasileiro João Ferreira na fase de grupos, disputada na última sexta-feira. Ferreira acabou perdendo os dois jogos que disputou. No feminino, a campeã Anri Nagata havia superado Nathalia Gasparin, com direito a um "pneu". A brasileira venceu a outra partida que disputou na fase de grupos.

Com os títulos conquistados neste sábado, o jovem tenista indiano, apenas o 350.º do ranking juvenil, e a japonesa, 79.ª da mesma lista da ITF, garantiram vaga automática na chave principal do juvenil de Roland Garros.

Nos últimos dois anos, o Brasil havia obtido a vaga no masculino com Rafael Wagner e Gabriel Decamps. Neste ano, Decamps entrou na chave juvenil por seu próprio ranking. Além dele, o País terá Thiago Wild e Thaisa Pedretti na disputa principal. A competição juvenil do Grand Slam terá início somente no dia 4 de junho. A chave dos profissionais começará neste domingo.

*O repórter viajou a convite da Federação Francesa de Tênis

Mais conteúdo sobre:
Tênis tênis Roland Garros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.