Mauricio Dueñas Castañeda/EFE
Mauricio Dueñas Castañeda/EFE

ITF testa mudanças na Davis com jogos em dois dias e melhor de 3 sets

Testes acontecerão somente nos Zonais I e II pelo mundo, deixando os playoffs (repescagem) e Grupo Mundial de fora

Estadão Conteúdo

06 Outubro 2017 | 16h34

Visando mudanças na Copa Davis, a Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) anunciou nesta sexta-feira que fará testes nos Zonais da próxima temporada, o que incluirá jogos do Brasil. Confrontos desta categoria serão resolvidos em apenas dois dias e terão partidas de melhor de três sets.

Halep vence, reencontra Ostapenko em Pequim e pode virar número 1

Inicialmente, os testes acontecerão somente nos Zonais I e II pelo mundo, deixando os playoffs (repescagem) e Grupo Mundial de fora. Pelas regras atuais, todos os jogos da Davis são em melhor de cinco sets e as séries são disputadas em três dias, entre sexta-feira e domingo.

Os testes terão início em fevereiro, nos primeiros jogos dos Zonais. As séries do Grupo I serão disputados entre sexta e sábado. E do Grupo II, entre sábado e domingo. A sequência dos jogos vai copiar o atual formato da Fed Cup, a versão feminina da Davis, com dois jogos de simples no primeiro dia. No segundo, as duplas abrem o duelo, antes de outras duas partidas de simples.

Em outra decisão da ITF, os times passarão a contar com até cinco jogadores, para dar mais opções na escalação dos capitães. Atualmente, as equipes só tem quatro tenistas, sendo dois deles de duplas. Além disso, não haverá o quinto jogo quando o quarto for decisivo. E, se um time abrir 3 a 0, somente o quarto jogo poderá ser disputado.

As mudanças visam tornar a Copa Davis mais atrativa para o público e para os próprios tenistas, que costumam reclamar do desgaste da temporada para ficar de fora das séries, que têm jogos em melhor de cinco sets.

A Davis sofreu um duro golpe recentemente com a disputa da Laver Cup, organizada por Roger Federer. O torneio amistoso que coloca em quadra duas equipes grandes, uma da Europa e outra do Restante do Mundo, causou grande sucesso mundial, principalmente em razão do formato diferente. As partidas eram melhor de três sets, com disputa de match tie-break em caso de empate nos sets. O torneio foi disputado em três dias e, a cada dia, as vitórias valiam mais pontos.

"Estamos trabalhando para desenvolver fórmulas mais amigáveis para os jogadores para que eles deem à Copa Davis o perfil e a importância que merece", afirmou o presidente da ITF, David Haggerty.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.