Jovens do tênis brasileiro tentam vaga na chave juvenil de Roland Garros

João Ferreira e Nathalia Gasparin estrearão nesta sexta-feira na "Final das Nações"

Felipe Rosa Mendes, enviado especial a Paris, O Estado de S.Paulo

25 Maio 2017 | 20h06

Campeões da etapa brasileira do Rendez-Vous à Roland Garros, os jovens João Ferreira e Nathalia Gasparin estrearão nesta sexta-feira na "Final das Nações" do torneio, em Paris. O campeão de cada chave, masculina e feminina, garante uma vaga direta na chave juvenil do Grand Slam francês, que começará neste domingo.

O mineiro de 16 anos e a paranaense de 17 vão entrar em quadra duas vezes nesta sexta-feira. A "final" do Rendez-Vous reúne os campeões da suas seis etapas - China, Coreia do Sul, Estados Unidos, Japão, Índia e Brasil - em um torneio com formato de "round robin", ou seja, com grupos, à semelhança do ATP Finals.

Assim, os seis tenistas serão divididos em duas chaves tanto no masculino quanto no feminino. No masculino, João Ferreira entra como cabeça de chave número 2 e vai disputar dois jogos - contra o japonês Hikaru Shiraishi e contra o norte-americano Michael Heller -, pelo Grupo 2 do masculino. O vencedor da chave avança direto à final, que será disputada no sábado.

No feminino, Nathalia Gasparin vai duelar contra a japonesa Anri Nagata e a indiana Malika Marathe, também pelo Grupo 2. A brasileira precisará vencer as duas partidas para chegar à decisão. Os jogos desta sexta-feira serão disputados nos arredores de Roland Garros. Mas as finais estão marcadas para as quadras internas do complexo do Grand Slam francês.

O Brasil já tem tradição no Rendez-Vous. No masculino, tenistas brasileiros foram campeões das "finais" nos últimos dois anos. Gabriel Decamps e Rafael Wagner faturaram os troféus e as vagas na chave juvenil. Neste ano, Decamps entrará direto na chave por causa da boa posição no ranking.

Agora João Ferreira, atual 236.º do ranking juvenil, vai tentar seguir os passos dos compatriotas. O jovem mineiro começou a competir com nove anos e treina no Pampulha Iate Clube (PIC) e na Fly Sports, em Belo Horizonte, na companhia de tenistas como Bruno Soares. Ferreira até divide o mesmo treinador, Hugo Daibert, com o duplista campeão de Grand Slam.

Com bons resultados nos torneios juvenis, João Ferreira defende o Brasil na Copa Davis da categoria e já tem experiência em competições pela América do Sul e na Europa.

No feminino, a paranaense Nathalia Gasparin é outra promessa do Brasil. Atual 143.ª do ranking juvenil (número 3 do País), a campeã da etapa brasileira do Rendez-Vous integra a equipe brasileira da Fed Cup juvenil e, entre os títulos na sua categoria, é dona do troféu do Campeonato Sul-Americano de 16 anos, em Pereira, na Colômbia.

*O repórter viajou a convite da Federação Francesa de Tênis

Mais conteúdo sobre:
Tênis tênis Roland Garros Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.