1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Kyrgios e Gavrilova levam Austrália ao título da Copa Hopman

- Atualizado: 09 Janeiro 2016 | 11h 55

Em Petr, Austrália Verde ganha a final contra a Ucrânia por 2 a 0

Os jovens Nick Kyrgios, de apenas 20 anos, e Daria Gavrilova, de 21, levaram a Austrália, neste sábado, ao seu segundo título na Copa Hopman, torneio misto de tênis entre nações. A equipe nomeada ''Austrália Verde'' venceu a final contra a Ucrânia por 2 a 0, com os dois jovens vencendo seus jogos de simples contra Alexandr Dolgopolov e Elina Svitolina, respectivamente.

A Austrália, que sedia o torneio em Perth, só o havia vencido uma vez, em 1999, com Mark Philippoussis e Jelena Dokic. Os donos da casa tinham só mais uma final, em 2003, quando perderam para os Estados Unidos.

Em 2016, o título veio após participação no torneio com dois times. O ''Austrália Ouro'' tinha Jarmila Wolfe e o veterano Lleyton Hewitt, que vai se aposentar após o Aberto da Austrália. Essa equipe, entretanto, não avançou da fase de grupos.

Gavrilova e Kyrgios erguem a taça da Copa Hopman conquistada em Petr

Gavrilova e Kyrgios erguem a taça da Copa Hopman conquistada em Petr

Gavrilova (36.ª do ranking mundial) e Kyrgios (30.º) passaram pela Alemanha (de Sabine Lisicki e Alexander Zverev), pela Grã-Bretanha (de Andy Murray e Heather Watson) e França (Kenny de Schepper e Caroline Garcia) na fase de grupos.

Na final, Gavrilova abriu o confronto com vitória por 2 a 0 sobre Svitolina, com parciais de 6/4 e 7/6 (8/6). Depois, Kyrgios confirmou a boa fase com um 2 a 0 (6/3 e 6/4) sobre Dolgopolov. O jogo de duplas mistas não precisou ser realizado.

O título é o primeiro da carreira profissional de Kyrgios, que foi vice em Estoril (Portugal) no ano passado. Em dois anos no circuito, entretanto, ele já venceu Rafael Nadal (Wimbledon/2004), Roger Federer (Madri/2015) e agora Murray.

Já Gavrilova alcançou seu terceiro título relevante. No Circuito, ela tem uma só conquista, em duplas, em Istambul, no ano passado. Sua parceira, curiosamente, era Svitolina. Em 2010, a australiana venceu a chave de simples dos Jogos Olímpicos da Juventude.

AUCKLAND

Também na Oceania, em Auckland, na Nova Zelândia, foi jogada neste sábado a final do torneio local da WTA. O título ficou com a norte-americana Sloane Stephens, que venceu a alemã Julia Goerges por 2 a 0, com parciais de 7/5 e 6/2.

Stephens, que é a 30.ª do mundo, teve um dia cheio. Afinal, primeiro precisou jogar três sets da semifinal contra a ex-número 1 do mundo Caroline Wozniacki, que não se encerrou no sábado. A norte-americana vencia por 5/2 quando o jogo foi paralisado, matou o set em 6/2, perdeu o segundo por 2/6, e ficou com a vitória por 6/3 no terceiro.

O título é o segundo da carreira de Stephens, que também foi campeã em Washington, no ano passado. Ela deveria jogar o Torneio de Hobart (Austrália), a partir deste domingo, mas a organização anunciou que ela se retirou alegando ter sido infectada por um vírus.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX