1. Usuário
Assine o Estadão
assine


'Mais agressivo', Djokovic vence Murray e vai à semi nos EUA

Estadão Conteúdo

04 Setembro 2014 | 08h 53

Depois de muito equilíbrio nos dois primeiros sets, tenista sérvio deslancha no jogo, faz 3 a 1 e elimina o britânico do US Open

Em mais um grande duelo do US Open que avançou na madrugada, o sérvio Novak Djokovic garantiu vaga em sua oitava semifinal consecutiva em Nova York ao derrotar o escocês Andy Murray por 3 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/1), 6/7 (1/7), 6/2 e 6/4, na noite desta quarta-feira.

O duelo entre os dois rivais e amigos, que durou 3h32, foi marcado mais uma vez pelo alto nível técnico e pela agressividade desde os primeiros pontos. "Eu sabia que teria uma partida difícil pela frente e sabia que, quem fosse mais agressivo, venceria", comentou o tenista sérvio, atual número 1 do mundo.

Djokovic, contudo, precisou resistir à forte agressividade de Murray no início da partida. Com uma postura incomum, o escocês foi para cima do adversário e começou o jogo quebrando o saque do líder do ranking. O sérvio reagiu na sequência e empatou o duelo, definido somente no tie-break.

Daniel Murphy/EFE
Djokovic vibrou muito com a vitória sobre Murray depois de mais de 3 horas

O roteiro se inverteu na segunda parcial. Djokovic saiu na frente ao impor uma quebra de saque a Murray, mas logo perdeu o saque. E os dois tenistas alternaram novas quebras até a decisão no tie-break, desta vez com triunfo do britânico.

Com ligeira superioridade, o tenista da Sérvia começou novamente melhor o terceiro set. E, mais resistente, evitou a reação do adversário. Mantendo vantagem com uma quebra, conseguiu impor outra sobre o rival e acabou fechando a parcial com certa tranquilidade. No set seguinte, Murray não conseguia mais esconder o cansaço e Djokovic soube aproveitar o momento favorável para sacramentar a vitória. "Estou feliz por ter conseguido me manter bem fisicamente até o final", comemorou o número 1 do mundo.

Com o triunfo, Djokovic ampliou o domínio sobre o rival no retrospecto direto. Agora soma 13 vitórias, contra 8 de Murray. O sérvio obteve ainda a vaga em sua oitava semifinal consecutiva no US Open. Seu adversário em busca da grande decisão será o japonês Kei Nishikori, que avançou também na noite de quarta em vitória sobre o suíço Stan Wawrinka.