Eric Gaillard / Reuters
Eric Gaillard / Reuters

Nadal arrasa promessa alemã e vai às quartas do Masters 1000 de Montecarlo

Espanhol continua firme atrás do primeiro título da temporada

Estadao Conteudo

20 Abril 2017 | 12h46

O jovem alemão Alexander Zverev é considerado uma das maiores promessas do tênis mundial, mas nesta quarta-feira o espanhol Rafael Nadal mostrou para ele por que é o rei do saibro. Sem qualquer dificuldade, o veterano de 30 anos confirmou o favoritismo e despachou o adversário nas oitavas de final do Masters 1000 de Montecarlo por 2 sets a 0, com duplo 6/1.

Em grande dia, Nadal precisou de somente 1h08min para eliminar Zverev. O quarto cabeça de chave do torneio impôs seu jogo com golpes fortes e aproveitou cinco das 12 oportunidades de quebra para fechar. Dominado, o alemão, 14.º favorito no saibro de Mônaco, não teve sequer um break point a seu favor.

Foi um péssimo presente para Zverev, que completou 20 anos nesta quarta-feira. O alemão não tem boas recordações de seus confrontos com Nadal. Apesar da pouca idade, ele já enfrentou o espanhol em três oportunidades, tendo perdido todas elas. Para Nadal o triunfo representou a manutenção do sonho de estender sua hegemonia em Montecarlo. Atual campeão do torneio, o espanhol tem incríveis nove conquistas no principado, sendo que a primeira aconteceu há 12 anos, em 2005.

Se conseguir o feito, o número 7 do mundo também vai faturar o primeiro troféu em uma temporada que não vem sendo fácil para ele. Em cinco torneios disputados, o espanhol chegou em três finais, mas foi derrotado em todas elas, sendo duas pra seu rival Roger Federer.

Mas Nadal confia em seu histórico em Montecarlo para fazer bonito desta vez e levantar uma taça em 2017. Para isso, no entanto, precisará passar das quartas de final, na qual terá pela frente o vencedor do confronto entre o alemão Jan-Lennard Struff, número 58 do mundo, e o argentino Diego Schwartzmann, 41.º do ranking.

Mais conteúdo sobre:
tênis Rafael Nadal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.